8 de agosto é Dia Nacional de Combate ao Colesterol

8 de agosto é Dia Nacional de Combate ao Colesterol

Publicado em 07/08/2020 por Revista algomais às 16:53
Sociedade Brasileira de Cardiologia em Pernambuco (SBC-PE) faz alerta para prevenção e conscientização de doenças cardiovasculares

O colesterol elevado no sangue é uma das principais causas de doenças cardiovasculares, como Infarto e Acidente Vascular Cerebral (AVC), que apresentam elevado risco de morte. Por isso, a Sociedade Brasileira de Cardiologia em Pernambuco (SBC-PE) faz alerta para conscientização do nível de colesterol e prevenção de problemas consequentes. O apelo da SBC torna-se ainda mais importante no contexto da pandemia da Covid-19, já que o novo coronavírus é considerado cardiotóxico – com efeitos perigosos para o coração.

Geralmente, o excesso de colesterol no sangue está associado à obesidade, alimentação inadequada e falta de exercícios físicos. Um dos motivos da alteração dos níveis de colesterol é o consumo excessivo de gordura saturadas (presentes principalmente em alimentos de origem animal, como carnes, ovos, derivados do leite) e gordura trans (que advém dos produtos ultraprocessados e industrializados). Entre as complicações decorrentes do excesso de colesterol no sangue está a aterosclerose, um acúmulo de placas de gorduras nas artérias que dificulta e até impede a passagem do sangue, provocando sérios problemas cardiovasculares.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), as doenças cardiovasculares representaram mais de 30% dos óbitos no mundo. No Brasil e em outros países em desenvolvimento, atingem mais de três quartos das causas de morte.

“Neste momento de pandemia de um vírus que não só ataca o sistema respiratório, mas uma série de sistemas do corpo humano, incluindo o cardiovascular, não podemos brincar com a saúde. Além de seguir as recomendações de segurança e higiene, como o distanciamento social e o uso de máscara, além da frequente higienização das mãos e objetos utilizados, é importante, principalmente para o paciente cardiopata, manter a rotina de exames do corpo e do coração. Isso ajuda a detectar precocemente o surgimento de muitos problemas cardiovasculares e a sanar a questão antes que se torne grave demais, com risco de morte. Como temos altos índices populacionais com colesterol elevado, a nossa recomendação é: ao sentir palpitações no peito, procure o serviço de emergência cardiológica”, pontua o Dr. Fernando Moraes, presidente da SBC-PE.

Mesmo quem não costuma comer muitos alimentos industrializados e gordurosos pode ter problemas com o colesterol. Isso porque além dos fatores alimentares, há também a questão da hereditariedade para determinar um colesterol alto mesmo em pessoas de hábitos saudáveis. Por isso, as recomendações para manter o colesterol controlado e a saúde em dia é fazer exames regulares e seguir a prescrição medicamentosa em casos apontados como necessários pelo médico, manter uma alimentação adequada e saudável, praticar exercícios físicos.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »