CAM FPS 2020 foca no envelhecimento saudável em encontro virtual

CAM FPS 2020 foca no envelhecimento saudável em encontro virtual

Publicado em 08/09/2020 por Revista algomais às 18:45
Evento abordará os temas autonomia, sexualidade e transformação para as cidades

O Brasil tem mais de 28 milhões de pessoas na faixa etária dos 60 anos, número que representa 13% da população. De acordo com o IBGE, a projeção é de que este índice venha a dobrar nas próximas décadas, implicando na necessidade de políticas públicas e a garantia de direitos. É com foco na qualidade de vida e no compartilhamento de experiências exitosas desse público, que acontece, nos dias 22 e 23 deste mês, a 6ª edição do projeto Cidades Algomais (CAM). Pela primeira vez na modalidade virtual, o CAM FPS 2020 traz como temática principal a Longevidade Saudável – o futuro do envelhecimento.

As inscrições são gratuitas e já podem ser feitas pelo www.cidadesalgomais.com.

Entre os painéis abordados no CAM FPS, promovido pela Revista Algomais e CBN Recife, em parceria com a Faculdade Pernambucana de Saúde (FPS), estarão temas relevantes para este público, como a sexualidade, autonomia e o melhoramento das cidades, incluindo ações nas áreas de mobilidade, cultura, lazer, acessibilidade e assistência social. O alvo estará nos idosos e suas famílias; estudantes e profissionais da área de saúde; além de gestores das mais diversas esferas e todos aqueles que querem ir mais longe.

Uma escalação especial foi montada para abordar cada eixo, contando com a psicoterapeuta e mestre em psicologia social, Tai Castilho. Ela é fundadora do Instituto de Terapia Familiar de São Paulo e vai abordar o tema da sexualidade, trazendo o ciclo de vida dos casamentos, as mudanças com a chegada dos filhos e outras transformações. “As relações precisam ser cultivadas durante todo o tempo, respeitando particularidades físicas e sociais existentes entre homens e mulheres”, explica. Ao seu lado no assunto, Paulo Fernando de Souza, especialista em terapia de casais, tratando de desejos e os tabus que precisam ser desconstruídos.

Quem também fará parte do time é o médico Eduardo da Fonte, membro da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG) e supervisor da residência do Instituto de Medicina Integral de Pernambuco (IMIP). Sua passagem, ao lado do psicólogo e pesquisador de saúde mental, Leopoldo Barbosa, vai abordar a adoção de mais vida ao cotidiano, tratando da produtividade na terceira idade. “A trajetória na terceira idade não deve estar associada ao declínio, mas sim a um reaprendizado, mantendo-se os objetivos e o desejo de viver”, diz Leopoldo.

O CAM FPS vai contar, ainda, com a participação do arquiteto, Francisco Cunha, consultor e sócio da TGI, entusiasta da caminhabilidade, que vai discutir a importância do modelo correto de cidades para a longevidade. “A cidade é um ser vivo, pulsante, e deve fazer parte da rotina também das pessoas de mais idade, conhecendo de perto o espaço onde vivem e contribuindo para torná-lo melhor”, destaca. Somando forças neste segmento, o CEO do Fab Lab Recife e sócio do Canal Maker, Edgar Andrade, abordando soluções urbanas e o uso da tecnologia para estimular a criatividade.

A equipe segue com nomes como a professora de Enfermagem e Saúde Pública da USP, Yeda Duarte. Com passagem pela Universidade do Texas, nos Estados Unidos, ela é pós-doutora em epidemiologia e demonstrará, dentro do tema autonomia, seus estudos sobre a relação entre envelhecimento e o bem-estar. “O fato de uma pessoa mais idosa não ser independente não significa que perdeu o direito de escolher aquilo que quer para a sua vida”, reforça Yeda.

Serviço:

CAM FPS 2020 – Longevidade Saudável

Quando: 22 e 23 de setembro (terça e quarta-feira)

Horário: A partir das 17h

Onde: Plataforma na internet

Inscrições Gratuitas pelo site www.cidadesalgomais.com

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »