Dezembro Laranja conscientiza a prevenção ao Câncer de pele

Dezembro Laranja conscientiza a prevenção ao Câncer de pele

Publicado em 02/12/2020 por Revista algomais às 4:10
Para o Brasil, a estimativa para cada ano do triênio 2020-2022 aponta que ocorrerão 625 mil casos novos de câncer

Depois do laço rosa e azul, chegou a vez do Brasil se vestir de laranja. O Dezembro Laranja vem para conscientizar a população na prevenção ao câncer de pele. “A campanha é de total importância por mostrar a população como é feito o diagnóstico e enfatizar que é fácil a prevenção e o tratamento quando descoberto em fase inicial”, afirma o cirurgião oncológico do Real Instituto de Cirurgia Oncológica, Rogério Santos.

O câncer da pele é o tipo da doença mais incidente no Brasil, com cerca de 180 mil novos casos ao ano. Quando descoberto no início, tem mais de 90% de chances de cura. “Assim como todo câncer, o quanto mais precocemente a patologia for detectada maior a chance de cura. Muitas vezes as pessoas demoram a descobrir porque a doença é assintomática em seu estágio inicial. No entanto, se não houver a prevenção, o risco do tumor invadir órgãos vitais é muito grande”, afirma Santos.

A doença geralmente surge como um sinal, pinta ou mancha acastanhada ou enegrecida (apresentando alteração de cor), de diâmetro maior que seis milímetros e bordas irregulares. “Conhecer bem a pele e saber em quais locais existem sinais e manchas faz toda a diferença na hora de detectar qualquer irregularidade”, afirma o cirurgião. No entanto, o médico faz um alerta: “Somente um exame clínico feito por um médico especializado ou uma biópsia pode diagnosticar a doença”, finaliza.

O cirurgião ainda elenca os principais sintomas e como deve ser feita a prevenção:

Fique atento aos sintomas:

– Lesão na pele de aparência elevada e brilhante, de cor avermelhada, castanha ou multicolorida, com crosta central e que sangra facilmente.

– Uma pinta preta ou castanha que muda sua cor, textura, torna-se irregular nas bordas e cresce de tamanho;
– Uma mancha ou ferida que não cicatriza, que continua a crescer apresentando coceira, crostas, erosões ou sangramento.

Como prevenir
– Evitar o sol nos horários entre as 10 e 16 horas;
– Evitar câmaras de bronzeamento artificial;
– Use protetor solar com Fator de Proteção Solar (FPS) no mínimo 15;
– Reaplique o protetor a cada 2 ou 3 horas – até mesmo aqueles que são “à prova d’água”
– Aplique o protetor solar cerca de 30 minutos antes de se expor ao sol;
– Além do protetor solar, utilize bonés, chapéus, roupas compridas, óculos escuros e procure sempre lugares com sombra.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »