A pandemia acentuou a necessidade de atividade física, e como! O ficar em casa impôs uma forma de vida sedentária, aumentou.."> A pandemia acentuou a necessidade de atividade física, e como! O ficar em casa impôs uma forma de vida sedentária, aumentou.."> Diversificação e tecnologia para motivar a volta à pratica de atividade física - Algomais

Diversificação e tecnologia para motivar a volta à pratica de atividade física

Diversificação e tecnologia para motivar a volta à pratica de atividade física

Publicado em 02/11/2020 por Revista algomais às 4:00
A ida à academia é uma pausa na rotina e um momento de prazer e socialização

A pandemia acentuou a necessidade de atividade física, e como! O ficar em casa impôs uma forma de vida sedentária, aumentou a dificuldade em controlar a dieta, assim como as dores provocadas por má postura ou falta de ergonomia. Mas fez aumentar o desejo pela busca de melhorar a imunidade e a saúde. Com a autorização para reabertura das academias, em julho, a situação melhorou, mas a luta dos estabelecimentos agora é para motivar os alunos a voltarem e se sentirem seguros.

Pensando nisso, as academias se prepararam não só na estrutura, mas foram desafiadas a serem mais criativas para atrair os alunos. A Life, que tem 17 anos no mercado e fica localizada em frente ao Parque da Jaqueira, aproveitou o período de quarentena para entregar uma nova experiência ao ir se exercitar. Além de uma reforma completa no local – que agora oferece lounge – a academia ampliou modalidades oferecidas e investiu em tecnologia para deixar alguns serviços mais práticos e o atendimento mais próximo dos clientes.

“Algumas pessoas não querem perder tempo. Por isso, toda equipe conectada via comunicador auricular agiliza o acompanhamento ao aluno. Para nos adaptarmos à segurança, além de higienização constante e todos os protocolos de distanciamento, o reconhecimento facial evita o uso de cartões ou digitais na entrada”, explica Nicole Dalla Nora, uma das sócias.  Ao mesmo tempo, segundo a empresária, existe um perfil de alunos que gosta tanto da pausa para atividade física que não tem pressa para ir embora. “Esse é o momento para sair da rotina e se dedicar a si, de prazer e socialização. Esses alunos aproveitam o tempo para interagir com as pessoas e com a equipe – que está se mantendo a mesma. Isso acontece tanto com o público acima de 50 anos como com os mais jovens”, detalha Amanda Dalla Nora, a outra sócia da academia.

Ela explica que o aluno que escolher a nova Life – repaginada depois de 17 anos – vai encontrar iluminação especial ao longo de toda a academia, ambiente mais intimista, banheiros femininos com penteadeira para sair de lá pronta, varanda ao ar livre para contemplar o Parque da Jaqueira e o Rio Capibaribe, e espaço lounge.

O professor de educação física, Igor Leão, dá dicas para esse recomeço. No início, para garantir bons resultados, o ideal é manter uma frequência de três vezes na semana, pelo menos. Para ajudar na motivação, o aluno pode conciliar musculação com outra modalidade que lhe agrada como: yoga, yoga fit, bike, zumba, ritmos, etc. Treinos entre 30 a 40 minutos são suficientes para quem está voltando ao ritmo. Vale ressaltar que, além dos benefícios físicos, a prática regular libera endorfina, conhecida como hormônio da felicidade e bem-estar, aumenta os níveis do GH, hormônio do crescimento, e da testosterona.  Juntos, esses hormônios também formam o conjunto que auxilia na recuperação da massa muscular.

Depois de algumas semanas, sentindo que seu corpo tem respondido bem aos estímulos, e respeitando as limitações biológicas de cada um, o aluno pode aumentar a frequência para 4 ou 5 dias por semana.  A prática de atividade física é uma ótima alternativa, inclusive, para auxiliar no controle da ansiedade nesse período de pandemia.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »