PCR começou a vacinar idosos em Instituições de Longa Permanência

PCR começou a vacinar idosos em Instituições de Longa Permanência

Publicado em 20/01/2021 por Revista algomais às 5:00
No total, serão vacinados 755 idosos e 552 profissionais de 26 Instituições no Recife. FOTOS: MARCOS PASTICH/PCR

Da Prefeitura do Recife

Os idosos residentes do Abrigo Provisório Edusa Pereira, da Prefeitura do Recife, em Campo Grande, na Zona Norte da cidade, receberam, na tarde de ontem (19), a primeira dose da vacina contra a covid-19. No local, foram vacinadas mais de 130 pessoas, entre os moradores acima dos 60 anos, cuidadores e prestadores de serviço. Os idosos que vivem nas Instituições de Longa Permanência e os trabalhadores desses locais fazem parte dos grupos prioritários da primeira fase do Plano Recife Vacina, que também inclui trabalhadores de saúde da linha de frente e pessoas com mais de 18 anos com deficiência severa que moram em residências inclusivas.

No total, serão vacinados 755 idosos e 552 profissionais de 26 Instituições de Longa Permanência no Recife. Neste primeiro momento, 13 equipes itinerantes com profissionais da Secretaria de Saúde do Recife seguem um cronograma para vacinar os públicos-alvo.

O primeiro morador da unidade de acolhida a receber a vacina foi Pedro Alves de França, 69 anos. “Muita gente morreu com essa doença. Mas eu não peguei porque me cuidei, não saí daqui e usei sempre a máscara. Minha emoção em receber essa vacina é grande, eu estou feliz”, disse o idoso, que foi acolhido no local há seis meses.

Quem também se mostrou entusiasmado com o momento foi Antônio Carlos dos Santos, 63 anos, que dentro do Abrigo pinta quadros para se distrair e decorar o ambiente. “Agradeço, primeiramente, a Deus, e também a todos que fazem essa instituição, que me permitiu estar protegido aqui dentro. Essa vacina era uma necessidade de emergência. Eu sinto muito por todas as pessoas que se foram. Estou muito satisfeito por ter tomado minha vacina agora e espero que tudo se resolva em breve”, afirmou o idoso com a esperança de ver o progresso da vacina contra a covid-19.

Roseane de Lima, gerente do Edusa Pereira, recebeu a vacina dos profissionais e moradores do abrigo com muita esperança. “Vivenciar esse momento de vacinação nos deixa um pouco mais aliviados, porque passamos por momentos de muita ansiedade e trabalhar com os idosos que fazem parte do grupo de risco é sempre desafiador. Esperamos, agora, a segunda dose para termos ainda mais tranquilidade para cuidar do nossos moradores, mas sem deixar de continuar seguindo todas as medidas de segurança”, destacou.

A capital pernambucana recebeu, do Ministério da Saúde, 66,2 mil doses, o que garante o esquema vacinal completo para 33,1 mil pessoas. A segunda dose para quem começou a ser imunizado hoje está garantida e começará a ser aplicada a partir de 15 dias da administração da primeira dose. O início da próxima fase da campanha dependerá do envio de novas doses pelo Ministério da Saúde.

ABRIGO – O Abrigo Edusa Pereira foi inaugurado em junho de 2020, a partir de uma parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos com o Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa do Recife (COMDIR). A proposta do Abrigo é acolher pessoas idosas em situação de rua com o intuito de minimizar as chances de contaminação pela covid-19, sobretudo, durante o período da pandemia. Os moradores têm acesso a uma grande área de convivência, banheiros e área para refeições, como café da manhã, almoço e jantar, além de dois lanches.

PRÓXIMA FASE – Com a chegada de mais doses e a possibilidade de ampliar o público, a Prefeitura do Recife passará a dispor de 65 salas de vacinação em nove pontos espalhados pela cidade.

Os pontos de vacinação estarão localizados no Compaz Dom Helder Câmara, Coque; Escola Mário Melo, no bairro de Campo Grande; Escola Nilo Pereira, em Casa Amarela; Compaz Miguel Arraes, na Caxangá; Compaz Ariano Suassuna, no Cordeiro; Escola Miguel Arraes de Alencar, na Estância; Ginásio Geraldão, na Imbiribeira; Escola Nadir Colaço, na Macaxeira; e UPA-E Fernando Figueira, no Ibura. Os pontos do drive-thru serão no Parque da Macaxeira, Geraldão e Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Com o aumento das doses enviadas pelo Ministério da Saúde, o Plano tem a capacidade de estender a quantidade de salas para mais de 200 em um total de 26 pontos. Esse formato permite a manutenção do funcionamento da Saúde Básica, com as 114 Unidades de Saúde da Família servindo de retaguarda para a vacinação.

A Prefeitura do Recife já dispõe de toda a estrutura disponível para a vacinação de toda a população prevista para a primeira fase, estimada em 165 mil pessoas. Tanto nos insumos, como as seringas, como na capacidade de armazenamento e refrigeração.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »