Como prevenir as principais doenças do aparelho digestivo

Como prevenir as principais doenças do aparelho digestivo

Publicado em 29/05/2018 por Revista algomais às 10:58
Divulgação

No Dia Mundial da Saúde Digestiva (29/05), o médico gastroenterologista do CIES Global Gilson Kamyiama orienta sobre as doenças mais comuns do aparelho digestório e os principais cuidados para evitá-las e trata-las. A data foi instituída pela Organização Mundial de Gastroenterologia para mobilizar os países do mundo à prática da prevenção de doenças dessa área.

Os problemas mais comuns são gastrites, úlceras, câncer de esôfago, câncer de estômago e câncer colorretal. Esse último é o tumor mais prevalente do aparelho digestivo e está entre os mais frequentes em homens e mulheres de todo o mundo.

O médico ressalta que os hábitos podem ajudar a prevenir muitos dos problemas. “Várias doenças do aparelho digestivo podem ser evitadas se a pessoa tem uma vida saudável, com uma alimentação balanceada, se pratica exercícios físicos regularmente e se faz acompanhamento médico com frequência”, afirma.

Em relação à alimentação, Gilson também informa que é importante manter horários padrões para as principais refeições dia e indica fazer pelo menos quatro: café da manhã, almoço, lanche e jantar.

Saúde Digestiva e câncer

Além dos hábitos saudáveis, o acompanhamento médico é muito importante para prevenir doenças do aparelho digestivo, principalmente o câncer. “Há uma bactéria chamada Helicobacter pylori que possui relação com o tumor e se aloja no estômago” informa Gilson Kamyiama.

Para prevenir o câncer colorretal é recomendado que pessoas a partir de 50 anos de idade se consultem com um médico gastroenterologista. “Podemos fazer um rastreamento de sangue nas fezes e, havendo alguma suspeita, realizamos a colonoscopia. Quem tiver algum parente de primeiro grau que já teve a doença deve procurar um médico o quanto antes para iniciar a prevenção”, orienta o médico.

Úlceras e gastrites

Úlceras e gastrites podem ser consideradas patologias “benignas”, mas que podem causar muito desconforto para o paciente. Elas também são causadas pela bactéria Helicobacter pylori. Nesse caso, o tratamento é composto por uma readequação alimentação com medicação indicada pelo médico.

Os principais sintomas dessas doenças são dor de estomago e queimação por mais de 6 meses.

Importância da endoscopia

A Endoscopia Digestiva Alta é um exame que oferece muitos benefícios ao paciente. O procedimento tem a vantagem de visualização direta no trato digestório alto (esôfago, estômago e início do duodeno). Quando há alteração pode-se colher amostra para ter o estudo anatomopatológico para ver se é lesão benigna ou maligna.

Durante a realização do exame, é possível até tratar uma ulcera que está sangrando ou varizes de esôfago após rompimento, que também causa hemorragias. Pequenas cirurgias como retirada de pólipos ou tratamento de lesões precoces também podem ser feitas no procedimento, além da realização da dilatação do esôfago e do estomago, quando necessário.

Cerca de 12 mil pacientes do Sistema Único de Saúde são atendidos no CIES, mensalmente, para a realização do exame de endoscopia. Eles são recebidos em unidades móveis, como a Carreta de Gastroenterologia do programa Doutor Saúde; e também em modulares, como as arenas formadas com contêineres de saúde no programa Hora Certa Móvel. Os dois programas são operados pelo CIES Global em parceria com a Prefeitura de São Paulo.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »