Envelhecimento bem-sucedido evita doenças e aumenta longevidade

Envelhecimento bem-sucedido evita doenças e aumenta longevidade

Publicado em 01/10/2019 por Revista algomais às 16:56
No Dia Internacional do Idoso pessoas acima dos 60 mostram que é possível envelhecer de forma saudável  

O perfil do idoso sofreu uma grande transformação nos últimos anos. A figura da pessoa de cabelos grisalhos, letárgica e dependente têm sido substituída por homens e mulheres com importantes papéis sociais, saudáveis e ativos. Entre outros fatores, isso impacta diretamente na saúde da pessoa acima dos 60 anos, diminuindo a chance de doenças e aumentando a longevidade.

“O estigma de que o idoso perde a sua independência e de que não é mais capaz de emitir opiniões ou tomar decisões faz parte do passado. No entanto, viver mais nem sempre é sinônimo de viver melhor. Envelhecimento bem-sucedido significa um envelhecimento produtivo, ativo e com boa qualidade de vida”, explica a geriatra do Hospital Jayme da Fonte, Andrea Figueredo.

Envelhecer de forma bem-sucedida minimiza o risco de doenças como demência e depressão e ainda aumenta a expectativa de vida. No entanto, é importante levar em consideração alguns aspectos: genéticos, fisiológicos, físicos, mentais e sociais. “Também é preciso prevenir doenças e incapacidades, com um estilo de vida saudável e acompanhamento médico regular.  Manter atividades prazerosas e relacionamentos sociais é fundamental”, completa Andrea.

Para quem ainda não é idoso, mas deseja chegar bem nessa fase, vale a pena seguir algumas dicas que podem ajudar nesse processo. Não fumar e não consumir bebida alcoólica em excesso, dormir bem, evitar o estresse, realizar atividades de lazer e sociais que tragam bem-estar, cultivar pensamentos positivos, praticar atividade física regular e ter uma alimentação saudável são algumas delas.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »