Pedagoga explica como lidar com a ansiedade do primeiro dia de aula das crianças

Pedagoga explica como lidar com a ansiedade do primeiro dia de aula das crianças

Publicado em 19/01/2018 por Revista algomais às 9:54
Divulgação

Nos primeiros dias de aula é natural nas turmas da educação infantil, sobretudo na faixa de idade entre 1 a 3 anos, os alunos perguntando pelos pais, pedindo para ir pra casa. Já os pais, pais preocupados com seus pequenos e porque não dizer, por vezes ligando para o colégio algum tempo depois de deixá-los, procurando saber se seu filho está bem. Tudo isso, faz parte do período de adaptação da família à essa nova rotina.

De acordo com a diretora da Escola Baby Home, Hélida D’Ávila, a ansiedade dos pais em relação ao primeiro dia de aula dos filhos é normal, mas é necessário que esta preocupação não reflita nos pequenos. “Ao deixá-los na escola, os pais não devem revelar que estão abalados emocionalmente. Precisam se mostrar tranquilos, explicando que a separação é temporária e que, em breve, se encontrarão novamente” afirma.

Os novos estudantes se deparam com um mundo novo em que precisam dividir carteiras, brinquedos e a atenção da sua professora. Para Hélida, é importante que os pais relatarem o que vai acontecer na escola, sem criar fantasias. “A rotina e as atividades devem ser descritas de forma real, assim a situação será algo previsível para a criança. Além disso, é importante que os pais e filhos visitem as escolas antes do ano letivo começar para que a criança conheça o espaço e a equipe que irá cuidar dela” explica.

Superado os primeiros dias, este processo aos poucos se torna menos tenso, os pais sentem-se mais tranquilos e as crianças mais seguras. “O que era insegurança, receio, dá lugar as primeiras histórias contadas por eles aos seus pais sobre o seu dia de aula. À sua maneira eles começam a se inserir na rotina da escola e passam a gostar da sua sala, de seus colegas, da sua escola, das músicas que aprenderá, outras que já sabe, falará da sua atividade desenvolvida, do lanche, da recreação e assim se consolida o processo de adaptação” diz a diretora.

O tempo de adaptação varia de aluno para aluno, existem crianças que já se adaptam naturalmente desde o primeiro dia de aula, enquanto outros levarão um mês em média para sua completa adaptação e por vezes, alguns podem até a vir superar este tempo. “O mais importante é que devemos lembrar que cada criança tem sua individualidade, o seu tempo, e o seu próprio ritmo; saber respeitar estes limites é condição fundamental para um início de vida escolar prazerosa e tranquila para alunos e pais” finaliza Hélida.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »