Envie a ideia do seu TCC pra gente!
Rebecca Dantas

Envie a ideia do seu TCC pra gente!

Publicado em 20/08/2019 por Revista algomais às 10:00

Sentir-se perdido, com sentimento de inaptidão para ingressar efetivamente no âmbito profissional é muito comum para os recém-graduados, sobretudo para aqueles da área de arquitetura e urbanismo. Um mercado de trabalho muito exigente e a situação crítica do País são alguns fatores que contribuem para esse cenário atual. Em um país onde o profissional arquiteto é comumente visto como dispensável, dados do CAU/BR apontam que apenas cerca de 15% das reformas e construções feitas pela população economicamente ativa do Brasil recorrem a esse tipo de serviço. Logo, os profissionais dessa área se veem à deriva e são coagidos a buscarem oportunidades em diferentes setores.

Nesse contexto, recorro à conversa com um colega de profissão e às suas pertinentes colocações: como contornar tal situação? Como dar os primeiros passos na carreira? O que fazer senão trabalhar com projeto propriamente dito? Como usar meu conhecimento para gerar uma fonte de renda? Esses questionamentos poderiam ser menos frequentes se houvesse na grade curricular acadêmica uma disciplina voltada para preparar e instruir os futuros profissionais a lidar com esse cenário e abrir a mente diante da variedade de possibilidades que o mercado de arquitetura possui.

“Mas aí é que tá a sacada!”, eu disse pra ele. Essa disciplina existe, e ela geralmente acompanha os alunos durante o último ano de curso: são os famosos e até por vezes aterrorizantes TCCs (trabalhos de conclusão de curso). Aquele em que se escuta, várias vezes, a seguinte frase: “faz qualquer coisa, o importante é se livrar logo da faculdade”.

Ao meu ver, esse é o único momento onde o aluno tem a total liberdade de escolher um tema com o qual se identifica e gostaria de se aprofundar. A hora que pode buscar um orientador que admira e gostaria de compartilhar leituras, curiosidades sobre o tema e descobrir metodologias que se identifica.
Vi ao longo dessa jornada, colegas desnorteados pelos corredores, buscando encontrar sentido em estarem “perdendo tempo”, enquanto poderiam estar no estágio porque precisavam ser contratados. Por outro lado, vi amigos apaixonados pelos temas em que estavam trabalhando, e com o suporte de seus professores que apoiavam suas ideias, vi ali nascerem projetos que ultrapassavam barreiras científicas e traziam soluções geniais pra cidade.

Mas ainda temos uma questão: depois de apresentados, esses trabalhos, ainda que valorosos, normalmente ficam guardados em estantes ou pouco circulam entre colegas próximos. Chega de trabalhos na gaveta, de desperdício de ideias! Vamos saber o que a nossa geração está produzindo e como isso pode nos ajudar a pensar o futuro!

Foi assim que surgiu a coluna Jovens Sacadas. O intuito é valorizar ideias, inovações, textos legais, soluções urbanas que foram frutos de horas de trabalhos e até mais de um ano. Vamos traduzir de forma simples esses conteúdos, compartilhar esses conhecimentos e enaltecer as mentes fresquinhas que estão chegando ao mercado e reinventando a profissão.

Sendo assim, tudo o que produzimos diariamente pode ter muito valor quando bem aplicado. Todo o nosso desenvolvimento cognitivo durante longos anos de faculdade tem grande importância no nosso processo de formação, e é por isso que queremos valorizar o que você tem feito!

Encontrar no que se faz motivos pra viver, deveria ser um direito de todos, e uma escolha… algo que ninguém deveria abrir mão. É saber para crescer, é expandir os horizontes e entender que a sociedade evolui quando nós paramos pra ouvir o que tanto tem a nos dizer.

Então, atenção, estudantes, recém-formados, arquitetos, urbanistas, paisagistas, gestores, cidadãos, curiosos, simpatizantes, esperançosos das cidades: este é o lugar para você! Estão todos convidados a embarcar neste ciclo de descobertas.

Se você acha que seu trabalho tem potencial, se quer indicar algum amigo…manda um e-mail pra gente (rebeccadantascarneiro@gmail.com)! Você e seu conhecimento são valiosos pra nós!
Todos nós temos algo a dizer, das nossas experiências. Todo mundo tem sede de transformação.

O que você faz pela sua?

 

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »