Por Houldine Nascimento

O fim de semana foi nebuloso para .."> Por Houldine Nascimento

O fim de semana foi nebuloso para .."> Futebol pernambucano segue agonizando - Algomais

Futebol pernambucano segue agonizando

Futebol pernambucano segue agonizando

Publicado em 28/08/2018 por Revista algomais às 9:30
Foto: CNC/Site Oficial

Por Houldine Nascimento

O fim de semana foi nebuloso para o futebol pernambucano com as eliminações de Santa Cruz e Náutico, que entraram em campo no domingo (26) pelas quartas de final do Campeonato Brasileiro Série C. Em Ponta Grossa, no Paraná, o Santa se apegou desde cedo à vantagem mínima obtida com muita dificuldade no Arruda. O Operário estava consciente do que precisava fazer e entrou ligado para a decisão, tanto que fez 3 a 0, placar mais que suficiente para garantir o acesso à Série B em 2019.

A equipe do técnico Roberto Fernandes foi de uma apatia enorme, assim como tinha ocorrido já na segunda etapa do confronto no Recife. Já o Náutico recebeu o Bragantino na Arena de Pernambuco e empatou por 1 a 1 com direito a um pênalti perdido pelo atacante Wallace Pernambucano, o autor do gol alvirrubro.

Quase 28 mil torcedores estiveram em São Lourenço da Mata para ajudar o Timbu a reverter a derrota de 3 a 1 sofrida em Bragança Paulista, mas o Massa Bruta soube administrar o bom resultado construído na ida. O desespero do Náutico aumentou quando o Alvinegro abriu o marcador ainda no primeiro tempo, fazendo o placar agregado chegar a 4 a 1.

Agosto nem terminou e as duas equipes pernambucanas não têm mais o que disputar este ano. Com a falta de competições nos próximos meses, será muito difícil gerar receita para pagar os salários dos funcionários. A situação do Santa Cruz é mais dramática porque, no primeiro semestre, saiu precocemente da Copa do Brasil e não teve oportunidade de angariar recursos das cotas conforme fosse avançando de fase.

No sábado (25), o Sport foi ao Rio de Janeiro, perdeu do Botafogo por 2 a 0 e só não foi goleado graças a Magrão, que operou ao menos quatro milagres. A derrota faz o Leão chegar à 11ª partida consecutiva sem saber o que é vencer. Dos últimos 33 pontos disputados, conquistou apenas dois.

O próximo jogo será a prova de fogo do Rubro-negro no Brasileirão. Isto porque o adversário é o lanterna Paraná Clube, de Claudinei Oliveira (ex-Sport), na Ilha do Retiro. Outro aditivo é que Eduardo Baptista finalmente terá uma semana inteira para trabalhar e tentar consertar as falhas recorrentes do time.

Se não ganhar, o Sport pode preparar as malas para retornar à Segunda Divisão no ano que vem, aumentando a agonia do futebol local, que ainda teve o rebaixamento do Salgueiro à Série D.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »