Náutico, um grande campeão
Houldine Nascimento

Náutico, um grande campeão

Publicado em 07/10/2019 por Revista algomais às 14:06
Crédito: Léo Lemos / Comunicação CNC

Houldine Nascimento

Pela primeira vez, o Náutico é campeão nacional. O título do Brasileiro Série C, conquistado no domingo (6), em São Luís, é fruto das boas ações desenvolvidas pela gestão do presidente Edno Melo. Isso passa pelo esforço em retornar ao estádio Eládio de Barros Carvalho, nos Aflitos, onde o clube alvirrubro viveu os melhores momentos de sua história.

Passa também pelo trabalho consistente de Gilmar Dal Pozzo, na volta ao comando técnico do Timbu. Pelas defesas milagrosas de Jefferson. Pela firmeza de Hereda, Camutanga, Fernando Lombardi, Diego Silva e Willian Simões no setor defensivo.

Deve-se também à força do capitão Josa, de Jhonnatan e de Jean Carlos. À disposição de Jiménez, Danilo Pires, Maylson e Jefferson Nem. Ao ímpeto do trio de ataque formado por Álvaro, Wallace Pernambucano e o predestinado Matheus Carvalho. Ao apoio de Jorge Henrique e à união do elenco.

Mas, mais do que isso: à massa alvirrubra que incentivou o time a superar adversários duros, como Paysandu e Juventude, em classificações dramáticas. E na grande decisão, ao encaminhar a conquista na primeira partida e sacramentar o triunfo diante do Sampaio Corrêa no Maranhão.

Como esquecer do cabuloso “Timbu de Chernobyl” e do torcedor que viajou vários dias de bicicleta para vivenciar a grande final?

Parabéns ao Náutico, que volta à Série B em 2020!

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »