In Loco planeja triplicar o faturamento no NE
Rafael Dantas

In Loco planeja triplicar o faturamento no NE

Publicado em 21/03/2019 por Revista algomais às 5:15
Pedro Macêdo foi anunciado como Sales Manager da empresa para a região Nordeste.

Uma das gigantes do Porto Digital, a In Loco, que atua no segmento de inteligência de dados especializada em geolocalização, anuncia Pedro Macêdo como Sales Manager para a região Nordeste. O novo executivo tem a missão de expandir o alcance das soluções In Loco para além de Recife. A aposta na região tem suas razões. No primeiro semestre de 2018, o investimento em publicidade no Brasil foi de R$ 7,67 bilhões. A pesquisa do Cenp (Conselho Executivo das Normas-Padrão) mostra que o Nordeste abocanhou 4,4% da verba total, ficando a frente das regiões Centro-Oeste (1,9%) e Norte (0,9%).

O novo executivo, que é bacharel em Ciência da Computação pela UFPE e possui MBA em Marketing pela FGV, teve experiências no Porto Digital, na Jump Brasil, no CESAR e na ChefsClub. Macêdo respondeu três perguntas para a coluna Gente & Negócios sobre o trabalho que passa a realizar na In Loco e sobre as pretensões da empresa na região.

Quais as principais ações que a In Loco pretende fazer para ampliar os negócios na região Nordeste?
Pedro Macêdo: Como Sales Manager do Nordeste, minha missão é conectar as ofertas da In Loco com o mercado local de mídia publicitária, aplicativos e soluções para validação de endereços voltadas para fintechs e mercado financeiro. Esse conjunto de produtos coloca a In Loco como uma parceria estratégica com forte compromisso com resultados de nossos clientes. Uma parceria de negócio com base em inteligência de localização para impacto no ponteiro de vendas e otimização do uso de apps.

Mas, meu escopo vai além da área de vendas. Um dos meus objetivos, seguindo os valores da In Loco, é investir em ações para compartilhar conhecimento e informações sobre assuntos como geolocalização, mobile e privacidade com todos os players do mercado. Assim, os decisores das empresas terão uma noção melhor de como a tecnologia pode ajudar a revolucionar áreas como varejo e bens de consumo no Nordeste.

Há alguma meta de clientes ou de faturamento gerado no Nordeste para 2019?
Pedro Macêdo – Atualmente a participação do NE no faturamento da In Loco é relevante. No entanto, com o crescimento do mercado local, identificamos oportunidade de crescer ainda mais e contribuir para uma atuação inovadora das empresas. Temos grandes marcas e anunciantes que concentram seus investimentos de forma local em praças como Fortaleza, Salvador e Recife. Essas cidades estão abocanhando uma fatia cada vez maior do bolo publicitário no Brasil. Meu objetivo é triplicar o faturamento local nos próximos 12 meses. O desafio é grande, mas a região tem potencial para atingir essa meta.

Entre os serviços da In Loco, qual tem maior potencial na região?
Pedro Macêdo – Levando em consideração o mercado local, acredito que, nesse primeiro momento, a área de mídia é que se mostra mais propensa a crescer na região. Temos grandes varejistas, marcas bens de consumo e farmácias que atuam exclusivamente nos estados do Nordeste. Por isso, acreditamos que o serviço de mídia mobile em que usamos a tecnologia de localização para entender a jornada do consumidor, impactá-lo com uma mensagem relevante via mobile aumentando a chance de que ele vá até a loja física do anunciante será a porta de entrada para a expansão da atuação da In Loco por aqui.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »