Não era dia do Sport. Era dia do Náutico
Houldine Nascimento

Não era dia do Sport. Era dia do Náutico

Publicado em 11/06/2018 por Revista algomais às 9:38
Divulgação

*Por Houldine Nascimento

O Sport começou a 11ª rodada do Brasileirão na vice-liderança. Para se manter no pelotão da frente, o time pernambucano não poderia perder para o Vasco em São Januário, na noite do último sábado (9), diante de quase 8 mil cruzmaltinos. Para infelicidade do Rubro-negro, Yago Pikachu, carrasco desde os tempos de Paysandu, estava entre os titulares da equipe carioca. O jogador não fugiu à sina e foi essencial para o triunfo do anfitrião.

Além dos dois gols marcados – aos 18 e, de pênalti, 45 minutos do primeiro tempo –, o meia teve participação efetiva no terceiro tento vascaíno ao chutar de fora da área, já no fim do jogo, e Magrão dar rebote. Na sobra, Ramon aproveitou o descuido da zaga, entrou em velocidade e empurrou para as redes. Importante ressaltar que os três gols saíram por vacilos da defesa pernambucana. Os dois gols de Pikachu resultaram de lançamentos de Giovanni Augusto entre os zagueiros Ernando e Ronaldo Alves, que batiam cabeça.

O Leão da Ilha igualou o placar duas vezes graças a contribuições do defensor Paulão, que desviou contra, aos 42, e não conseguiu cortar um cruzamento aos 28 do segundo tempo. Michel Bastos, que entrara minutos antes, marcou o 2 a 2 em bonito lance de meia bicicleta. O resultado faz o Sport cair para o 7º lugar, com 18 pontos. Já o Vasco, na reestreia do técnico Jorginho, termina a rodada em 10º, com 15.

NÁUTICO RESPIRA – À tarde, pelo Brasileiro Série C, Náutico e Remo – até então lanterna e penúltimo colocado, respectivamente – fizeram o confronto dos desesperados na Arena de Pernambuco. Menos de 3 mil pessoas presenciaram a vitória do campeão pernambucano sobre o campeão paraense por 3 a 2. Robinho, Jhonnatan e Wallace Pernambucano marcaram os gols do Timbu, enquanto Esquerdinha e Elielton descontaram para o Leão Azul.

Com o triunfo, o Náutico sai da zona do rebaixamento do Grupo A e vai aos 10 pontos. O Remo, por sua vez, desce para a última posição, com sete, e chega à quarta derrota seguida. Quem acompanhou a partida viu as duas equipes falharem no setor defensivo. A conquista estadual iludiu alvirrubros e azulinos, que penam na Terceira Divisão.

DUELO POR VAGA NO G-4 – Nesta segunda-feira (11), às 19h30, no estádio Cornélio de Barros, Salgueiro e Santa Cruz se enfrentam no complemento da rodada na Série C. Em busca da quarta vitória consecutiva, o Carcará precisa vencer o Tricolor do Arruda por qualquer placar para, enfim, entrar na zona de classificação à próxima fase. Ao Santa, basta empatar para permanecer no G-4. Se ganhar, a Cobra Coral sobe para o terceiro lugar. Uma improvável goleada por 5 a 0 levaria o clube recifense à vice-liderança.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »