Confira os resultados da primeira pesquisa eleitoral do Recife
Rafael Dantas

Confira os resultados da primeira pesquisa eleitoral do Recife

Publicado em 07/07/2020 por Revista algomais às 7:00
Daniel Coelho lidera, sendo seguido por Marília Arraes. João Campos e Mendonça aparecem praticamente empatados.

As eleições municipais de 2020 foram completamente atropeladas pelo novo coronavírus. Um indício disso é que em julho, a poucos meses do pleito eleitoral, 73,8% dos entrevistados não souberam ou não quiseram responder a primeira pesquisa espontânea publicada que revelou o cenário da disputa pela Prefeitura do Recife em 2020. O estudo foi realizado em uma parceria da Rádio CBN com o Instituto Simplex Consultoria.

Na pesquisa estimulada, em que os entrevistadores mencionam os nomes dos candidatos, o deputado federal Daniel Coelho (Cidadania), que chega à sua terceira disputa eleitoral, lidera com 15,5% das intenções de voto. Com recall alto, ele parte na frente, mas ainda não tem apoio dos principais partidos de oposição, que atualmente se dividem em várias candidaturas próprias.

A deputada federal Marília Arraes (PT) apareceu em segundo lugar, com 12,3%. Empurrada por uma decisão nacional do partido, ela enfrenta resistência pelo diretório municipal do Recife, mas deverá sair como candidata. Apesar de ser a primeira disputa majoritária da petista, em 2018 ela por pouco não disputou o Governo de Pernambuco.

Em terceiro lugar, com 9,8% foi indicado o nome do deputado federal João Campos (PSB). Como candidato da situação, ele passará pelo primeiro teste em uma eleição majoritária, após ter sido o mais votado no Estado para a Câmara Federal em 2018. A estrutura do partido e da Frente Popular de Pernambuco são o ponto forte da campanha do mais jovem dos candidatos.

O ex-ministro da Educação e ex-governador Mendonça Filho (DEM) aparece colado em quarto lugar, com 9,6% das intenções de voto. Após uma série de candidaturas majoritárias, o mais experiente dos candidatos deverá disputar com Patrícia Domingues (Podemos) e Alberto Feitosa (PSC) os votos dos eleitores do presidente Jair Bolsonaro em Pernambuco.

A delegada Patrícia Domingos, a novidade dentre as principais candidaturas, registrou 6,4% dos votos. É a primeira eleição dela, que testará a força da Lava Jato no Estado. O baixo recall e o curto tempo para as eleições são alguns desafios para a pré-candidata do Podemos.

O último citado no cenário estimulado é o deputado estadual Alberto Feitosa (1%). Aliado até pouco tempo atrás do PSB em Pernambuco, ele tenta surfar na onda Bolsonarista pelo PSC. Mesmo na pesquisa estimulada, os dos de branco e nulo (24,5%) e de quem não sabem ou não quiseram responder (20,9%) representam a maior fatia do eleitorado.

Além da constatação da dúvida e desconhecimento dos eleitores, a pesquisa indica que no campo da centro-direita e direita, Daniel segue sozinho, fora da margem de erro, liderando a disputa. No campo das esquerdas, a disputa tenderá a ser mais acirrada entre os prefeituráveis do PSB e do PT. Poucas coligações foram anunciadas, que é outro fiel da balança para indicar os candidatos que serão mais competitivos no pleito de novembro.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral, com o número PE-05102/2020. O estudo ouviu 500 pessoas e tem uma margem de erro de 4,38%.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »