Ultrafibra da TIM chega ao Recife
Rafael Dantas

Ultrafibra da TIM chega ao Recife

Publicado em 18/11/2019 por Revista algomais às 16:49
Denis Ferreira é o Head da Unidade Residencial da TIM Brasil.

A TIM acaba de anunciar a chegada do serviço TIM Live Ultrafibra à Pernambucano, produto que está levando altas velocidades e baixa latência em seus planos de banda larga fixa por bairros do Recife como Iputinga, Jardim São Paulo e Ipsep, entre outros. A capacidade inicial de atendimento nestas localidades é de mais de 38 mil domicílios e/ou empresas, e a previsão é de expandir a cobertura para outras cidades de Pernambuco ainda este ano em ritmo acelerado cobrindo mais de 170 mil domicílios/empresas ampliando a oferta do serviço e gerando empregos. Em dois meses de atividades da start up, por exemplo, cerca de 350 oportunidades de emprego diretos e indiretos já foram gerados. Além do Recife, a TIM Live já está com presença consolidada em 21 municípios entre Salvador, Manaus, Goiás, Rio de Janeiro e São Paulo.

O principal diferencial do serviço da TIM é a tecnologia conhecida como Fiber to the Home (FTTH), que leva cabos de fibra ótica até a casa do cliente, melhorando a estabilidade do sinal e ofertando maior rapidez na navegação. “Recife foi escolhida para ser a segunda capital do Nordeste a receber a tecnologia pelo seu relevante potencial de mercado. Queremos continuar crescendo na cobertura de banda larga fixa, hoje com mais de 530 mil usuários no país, entregando uma oferta completa, que reúne qualidade do serviço e conteúdos relevantes de entretenimento, esporte e educação, tudo embarcado na assinatura dos planos. Pesquisas de satisfação da companhia já apontam 97% de aprovação da TIM Live entre os primeiros clientes de PE”, explica Denis Ferreira, Head da Unidade Residencial da TIM Brasil.

Além da melhor estabilidade do sinal, o FTTH também possibilita uma conexão com menor latência, termo usado para o tempo de resposta ao acessar conteúdo na internet e que influencia diretamente na qualidade de navegação, tanto em casos de download quanto de upload de arquivos, que precisam de maior estabilidade na transmissão de dados. “Quanto menor a latência, maior a velocidade, proporcionando todo conforto para o nosso consumidor. Para o empreendedor, por exemplo, ter toda essa rapidez e estabilidade pode ser um fator importante para gerar novos negócios”, diz o executivo.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »