Videoporto cruza fronteiras e leva telas digitais a shoppings de João Pessoa
Rafael Dantas

Videoporto cruza fronteiras e leva telas digitais a shoppings de João Pessoa

Publicado em 16/10/2020 por Revista algomais às 5:00
Fernando Carvalho é o sócio-diretor da empresa especializada em estruturação de canais digitais para ambientes fechados

A pernambucana Videoporto, empresa especializada em estruturação de canais digitais para ambientes fechados,  acaba de cruzar fronteiras e estrear operações nos dois maiores centros de compras da Paraíba: o Manaira Shopping e o Mangabeira Shopping. Com a expansão, a empresa ultrapassa o marco de 5 milhões de pessoas impactadas, mensalmente, com os equipamentos modernos, instalados em cinco dos maiores shoppings centers de Pernambuco e Paraíba, além do alcance do público de mais de 40 mil estudantes, diariamente, em quatro grandes universidades recifenses.

Com a ampliação dos ativos, divididos entre painéis de LED, videowalls e totens digitais de dupla face, o número ultrapassa as 100 faces de alto impacto, junto aos dispositivos personalizados especialmente para atender a demandas da área corporativa. Segundo o sócio-diretor de Atendimento da Videoporto, Fernando Carvalho, o foco está nas soluções para geração de experiências reais no meio de tantas marcas, pessoas e possibilidades de tecnologia. “Sabemos que quanto mais imersos na tecnologia, mais devemos nos lembrar o que nos torna humanos: a conexão. Para que marcas, mensagens e sensações tenham a capacidade de permanecer vivas, presentes e constantes. Os shoppings e universidades são excelentes locais para aplicarmos o que queremos: ser o meio para que a marcas possam gerar empatia. Tudo na mais alta definição, para que possa ser visto e sentido”, afirma.

A Videoporto desenvolve projetos sob medida para restaurantes, hospitais, consultórios médicos, entidades de classe e outros ambientes com grande fluxo de pessoas, terceira área de atuação da empresa. Atualmente, conta com estrutura comercial nos estados de Pernambuco, Paraíba, São Paulo e Brasília.

Aos poucos, nos grandes shoppings do país, totens e banners estáticos, feitos em papel ou lona, são substituídos por monitores digitais de alta definição e mega banners de LED. Internamente, nas lojas, lanchonetes e restaurantes, o papel também vai rapidamente sendo deixado de lado. “A substituição do papel por monitores digitais possibilita ao lojista anunciar várias promoções e atualizar o conteúdo quando bem entender. No caso do uso do papel, a área adesivada ou ocupada por um cartaz fica inutilizada. Para fazer qualquer alteração são necessárias novas impressões. Ou seja: mais gasto com papel e mais custo de produção”, observa Ricardo Durão, sócio-diretor da Videoporto.

LEIA TAMBÉM

Em parceria com a Videoporto, shoppings instalam rede de totens digitais

Telas digitais revolucionam mídias nos shoppings

 

 

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »