Cervejeiros, voltei!
Rivaldo Neto

Cervejeiros, voltei!

Publicado em 15/03/2019 por Claudia Santos às 17:23

Depois de uma breve pausa na coluna, o espaço volta com um formato diferente para contarmos o que há de novo no mundo das cervejas, as novidades e eventos do setor. A ideia é abordar tanto o mercado de cervejas pernambucanas, quanto o mercado nacional e internacional, onde o crescimento acontece a passos largos.

MANGUEZAL APA
Ainda não tinha tido o prazer de experimentar a caçula da Manguezal. E novamente a cervejaria se sobressai com uma excelente APA (American IPA). De corpo mais leve que sua irmã IPA, tem como característica uma pegada cítrica e refrescante. Feita com lúpulos americanos que dão um plus no aroma somando ainda à técnica de dry-hopping em sua produção, que é o processo onde há a adição de lúpulo à cerveja durante o período de fermentação. Excelente pedida!

 

DEBRON BIER NO MAIOR FESTIVAL CERVEJEIRO DA AMÉRICA LATINA
A Debron Bier, dos sócios Eduardo Farias, Thomé Calmon e Raimundo Dantas (na foto abaixo) é a única representante do Nordeste a participar de um dos maiores festivais de cerveja do Brasil e América Latina: o Festival Brasileiro de Cerveja. Para a ocasião, a Debron levará, além dos seus tradicionais estilos, as novidades: NutIpa, Cacahuatl Ipa, Banguê, Session Ipa, Strong Ipa e a Brett Ipa, rótulo que ficou envelhecendo por mais de um ano nos barris de amburana. A 11ª edição do festival acontece até o próximo dia 16 , no Parque Vila Germânica, em Blumenau e conta com 116 cervejarias, que juntas terão mais de 800 rótulos à disposição dos visitantes.  O Festival Brasileiro da Cerveja é considerado o maior evento cervejeiro da América Latina.

 

 

ST. PATRICK’S DAY
Neste domingo, dia 17 de março, será comemorado mundialmente o St. Patrick’s Day, ou dia de São Patrício, padroeiro da Irlanda. A tradição começou depois da morte de São Patrício, bispo da Igreja Católica Irlandesa. O folclore sobre o bispo, que mais tarde foi santificado, diz que ele utilizava um trevo de três folhas para explicar a Santíssima Trindade para os celtas. Foi assim que o trevo se tornou símbolo do feriado, e que as pessoas começaram a usar roupas verdes e brancas, além de celebrar com muita cerveja e comidas saborosas.
Com isso vários estabelecimentos no Recife vão servir o tradicional Chopp Verde, como o Capitão Taberna. O bar foi recentemente reinaugurado e promete, à partir de amanhã, às 10h, servir clones da bebida, culminando às 20h muita música com ao som de Seu Ernest. Capitão Taberna: Rua João Tude de Melo, 77 lj 27 – Recife.

 

CERVEJARIA BERGGREN TEM NOVOS RÓTULOS
Seguindo seu plano de expansão e reposicionamento no mercado, a cervejaria Berggren, de Nova Odessa (SP), agora terá novos rótulos. O portfólio composto por seis cervejas de diferentes estilos ganhou uma repaginada e agora apresenta um design mais artístico e exclusivo, além do logo da cervejaria ganhar destaque no rótulo. As cores presentes em cada garrafa remetem ao respectivo estilo, além da mistura dos elementos, aromas e ingredientes presentes nas cervejas Berggren, que têm se destacado cada vez mais por oferecer uma experiência única aos seus consumidores.

A Berggren é uma cervejaria que foi oficialmente inaugurada no mercado em novembro de 2015. Produzindo cervejas de estilo clássico e outras inspiradas na Escola Americana, a Berggren Bier conta com uma fábrica piloto (com laboratório e estrutura de envase) para testar as cervejas – algo presente em poucas cervejarias do País.

ESTADO DE NIRVANA
Atendendo aos pedidos dos consumidores, a cervejaria Ashby irá lançar uma nova versão da sua clássica IPA Nirvana. A cerveja até então era comercializada em garrafa de 300 ml, porém, o produto passou a ter bastante aceitação já que os brasileiros cada vez mais buscam por opções de bebidas com qualidade e diferenciadas, e agora a garrafa será vendida na versão 600 ml. A novidade estará disponível a partir do mês de abril.
A Ashby Nirvana é conhecida por ser uma cerveja encorpada e lupulada, além de um ponto de equilíbrio com amargor e aroma acentuados, e com uma leve opalescência. O teor alcoólico é de 5,5%. Mas não é apenas o sabor que chama a atenção do consumidor, o nome da cerveja também desperta curiosidade. A bebida possui esse nome, pois quem a toma “entra em estado de nirvana”, que é um estado de paz e tranquilidade. O termo tem origem no sânscrito, podendo ser traduzido por “extinção” no sentido de “cessação do sofrimento”. Nirvana é utilizado num sentido mais geral para designar alguém que está num estado de plenitude e paz interior, sem se deixar afetar por influências externas. Ou seja, relax total.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »