Tendência: varejo deve aliar tecnologia à experiência física do cliente em loja
Rafael Dantas

Tendência: varejo deve aliar tecnologia à experiência física do cliente em loja

Publicado em 21/08/2019 por Revista algomais às 14:18
"A virtualização do mundo vai tornar a humanização das lojas cada vez mais como diferencial", projeta André Domingues, CEO da Musique.

André Domingues é CEO do Projeto Musique. A startup pernambucana já foi destaque do Perfil Corporativo da Revista Algomais pelo crescimento exponencial nos últimos anos levando uma solução musical para contribuir para os resultados das mais diversas empresas.

Quais as principais tendências que você percebe para o varejo tradicional, visto que as lojas físicas cada vez mais terão a concorrência do comércio eletrônico?

Eu acredito que a virtualização do mundo vai tornar a humanização das lojas cada vez mais como diferencial. A experiência de consumo no local já deve ser intensamente multissensorial, ou seja, explorando cada um dos 5 sentidos do ser humano nessa experiência, tomando cuidado com cada detalhe e não apenas com o produto e o preço. A multissensorialidade é de fato o link das emoções para a memória em um ser humano, logo, há uma necessidade cada vez maior em proporcionar um bem-estar inconsciente ao cliente de forma profissional e não-aleatoria.

Qual o papel da “experiência do cliente” para o futuro e sobrevivência do varejo tradicional?

A Experiência do Cliente não é apenas fundamental para a sobrevivência do varejo tradicional, mas pela transformação dele. O que conhecemos por “tradicional” vai acabar. O varejo eletrônico ganha força, bem como a concorrência do varejo tradicional, e por isso há uma necessidade enorme e urgente de uma atualização nessa forma de varejo, que precisa deixar de ser tradicional para se tornar um varejo de experiência. Em resumo, a Experiência do Cliente está sendo responsável pela resignificação do Varejo Tradicional.

Fazendo um exercício de projeção: o que podemos ter nas lojas do futuro em termos de experiência para conquistar a fidelidade do consumidor (que de fato a diferencie de um simples lugar para compra de produtos, que o comércio eletrônico poderia fazer bem semelhante)?

Aliar tecnologia à experiência física do cliente em loja, fazendo-o experimentar, dentro da loja, através de realidade virtual e aumentada, a experiência de usar o produto na sua aplicação real. Com isso, será possível também as empresas reduzirem seus estoques, criando inúmeras variações virtuais de seus produtos, possibilitando os clientes experimentarem visualmente todas as opções possíveis mesmo que as empresas não tenham estoque em loja, enviando esses produtos para a casa do cliente direto da fábrica. Assim, reduziremos custos de estoque, custos de aluguel (por não necessitar de lojas grandes) e custos de logística, eliminando intermediadores na cadeia.

.

LEIA TAMBÉM


Música no ritmo dos negócios

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »