Circo da Turma da Mônica abre sessão extra no Teatro RioMar

Circo da Turma da Mônica abre sessão extra no Teatro RioMar

Publicado em 11/07/2019 por Revista algomais às 7:12
Com cinco apresentações, “Brasilis” será encenado de 6 a 8 de setembro. Venda de ingressos para nova sessão começa nesta quinta-feira

A nova aventura da Turma da Mônica, em cartaz de 6 a 8 de setembro no Teatro RioMar, terá mais uma sessão. A quinta apresentação de “Brasilis”, maior superprodução musical em 60 anos de história da Mauricio de Sousa Produções, será dia 7 de setembro, às 17h – a venda de ingressos terá início nesta quinta-feira, dia 11 de julho (confira todos os horários e valores no serviço abaixo). Enaltecendo as riquezas e a diversidade cultural brasileira, a montagem do Circo da Turma da Mônica, apresentada pelo Ministério da Cidadania e pela Brasilprev, levará o público a uma viagem pelas raízes do nosso país.

Já é noite na Vila Abobrinha. Sob o céu estrelado e aos sons da natureza, Mônica, Magali, Cebolinha e Cascão brincam na casa do Chico Bento e falam sobre as diferenças entre a cidade e a roça. É quando surge a seguinte pergunta: o que é diversidade cultural? Para responder, Vó Dita, com toda sua experiência e sabedoria, contará as mais lindas histórias sobre nossas principais origens: indígenas, negros e europeus. Por meio de uma grande aventura imaginária, a Turma da Mônica vai se encantar com as riquezas da história e da cultura brasileira e ainda se encontrará com queridos amigos, como Milena, Papa-Capim e Jurema.

Com cenários grandiosos, muita tecnologia, efeitos especiais e um elenco afiado de bailarinos e artistas circenses, a Turma envolverá o público nesta aventura, sob a direção de Mauro Sousa. A premiada atriz, diretora, cantora e compositora Fafy Siqueira interpretará a personagem “Vó Dita”, inspirada na avó de Mauricio de Sousa e a avó de Chico Bento nos quadrinhos. Paula Lima, uma das grandes cantoras da geração, soltará a voz, ao vivo, nas canções inéditas e autorais criadas nos estúdios da MSP. Quem assina a trilha sonora é o Olodum, que, no momento em que comemora 40 anos, empresta as inconfundíveis batidas de sua percussão, no melhor estilo samba-reggae, para embalar “Brasilis”.

O figurino tem a marca da artista visual, estilista, ativista e professora do departamento de Estudos de Gênero e Femininos da Universidade Federal da Bahia Carol Barreto. São mais de cem peças, todas confeccionadas no ateliê próprio em Salvador, por um coletivo de mulheres, LGBTs e alunos estilistas, além de designers soteropolitanos ligados à economia criativa e solidária. A cenografia é produzida e assinada pelo arquiteto e artista plástico J.C. Serroni, considerado um dos principais cenógrafos do País. Ao longo de mais de 40 anos de profissão e quase 200 espetáculos no currículo, Serroni emprega, pela primeira vez, seu talento a uma superprodução musical encenada pela Turma da Mônica.

TURNÊ – Em 2019, a Mauricio de Sousa Produções completa 60 anos de realizações. Como parte das comemorações, o cartunista e empresário Mauricio de Sousa traz para a cena cultural a superprodução que contempla nossas raízes, mostrando a diversidade e a inclusão que sempre estiveram presentes no universo de suas criações. Em parceria com a Opus Promoções, a turnê terá duração de seis meses e percorrerá dez cidades das cinco macrorregiões do País, totalizando mais de 80 apresentações. Após a temporada em São Paulo, que vai de 29 de junho a 4 de agosto, “Brasilis” segue para Belém (16 a 18/8), Fortaleza (23 a 25/8), Natal (30 e 31/8), Recife (6 a 8 de setembro), Brasília (14 e 15/9), Curitiba (21 e 22/9), Belo Horizonte (28 e 29/9), Rio de Janeiro (5 a 27 de outubro) e Porto Alegre (1º a 3 de novembro).

A estreia do Circo da Turma da Mônica com o espetáculo “O Primeiro Circo do Novo Mundo” (2018) foi sucesso de crítica e público. A superprodução, assinada por Mauro Sousa, com supervisão de Mauricio de Sousa e participação especial de Dedé Santana como mestre de cerimônia, foi assistida por mais de 53 mil pessoas nas cidades pelas quais a montagem passou, incluindo o Recife. Ao longo de seis meses, a turnê percorreu as cinco regiões do Brasil, totalizou 67 apresentações e obteve a significativa marca de 89% de ocupação total nos teatros.

DEMOCRATIZAÇÃO – Em todas as sessões, 10% dos ingressos serão distribuídos para ONGs, comunidades carentes e associação de moradores, como forma de ampliação de acesso a produções culturais. A contrapartida social está prevista na Lei Rouanet e é integralmente atendida em todos os projetos da Mauricio de Sousa Produções. Organizações interessadas devem entrar em contato com o Instituto Mauricio de Sousa, por meio do e-mail instituto@institutomauriciodesousa.org.br.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »