Conheça o criador da página Recife de Antigamente

Conheça o criador da página Recife de Antigamente

Publicado em 15/04/2020 por Revista algomais às 10:22
Wilton Carvalho é o criador da Página Recife de Antigamente, que tem mais de 162 mil seguidores no Facebook. Foto: Divulgação

Se você gosta de apreciar fotos de décadas passadas da capital pernambucana e desfrutar de um certo saudosismo, provavelmente já se deparou e interagiu com as postagens da página Recife Antigamente. Inicialmente no Facebook, o espaço virtual dedicado à memória da cidade também chegou ao Instagram. Entrevistamos virtualmente o criador desse canal digital, Wilton Carvalho Filho.

No Facebook a página tem mais de 162 mil seguidores. No Instagram, que a entrada do perfil do Recife Antigamente é bem recente, já são mais de 16 mil internautas seguindo as postagens.

“As fotografias e elementos iconográficos publicados na página Recife de Antigamente são aglutinadores de experiências pessoais porque, nas variadas imagens, se enxergam vivências cotidianas com as quais conferimos aos espaços a ideia de lugar e, enquanto indivíduos, construímos a sensação de fazer parte de um grupo. Expressar-se sobre tais vivências, a partir de experiências particulares, é uma força de coesão social. O crescimento do número de participantes do grupo é um indício desta potência. Se, na criação dos álbuns de família e nas caixas de sapato com recordações, a fotografia e outros objetos guardados podem ser vistos por outra perspectiva com o passar do tempo e por diferentes pessoas, porque não seria feito nas redes sociais? Por seus elementos constituintes, a página Recife de Antigamente se assemelha mais a uma caixa de recordações do que a um álbum tradicional, ainda que neste, muitas vezes, sejam colocadas informações em legendas ou guardados recortes de jornal, por exemplo”, afirmou Maria Eugênia Bezerra Alves, na conclusão da pesquisa de mestrado em comunicação sobre a Página Recife de Antigamente.

Confira a entrevista! 

Quando começou o Recife Antigamente? Como surgiu a ideia?

WILTON CARVALHO – A página foi criada no final de 2012 com a intenção de compartilhar algumas fotos que eu tinha na minha coleção. A ideia surgiu quando um amigo viu algumas fotos antigas do Recife no meu perfil pessoal do Facebook. Ele achou interessante e sugeriu que eu criasse uma página para que outras pessoas pudessem ter acesso a essas fotos.

Como é a sua relação com a história do Recife? Você sempre teve interesse no tema?

WILTON CARVALHO – Sou cearense. Nasci em Fortaleza em 1972, mas vim morar no Recife com 8 anos. Na adolescência comecei a admirar as pontes, os prédios históricos, sobrados, o Rio Capibaribe e ruas. Comecei a frequentar museus e livrarias em busca de conhecer um pouco mais a história do Recife. Com o surgimento da Internet comecei a acessar sites e blogs que postavam fotos antigas do Recife e assim fui aprendendo e colecionando as fotos.

A página é um sucesso, com alto engajamento dos seguidores. Quando você percebeu que a iniciativa de criar a página tinha tomado uma grande proporção?

WILTON CARVALHO – Logo nas primeiras postagens, ainda em 2012, percebi que muitas pessoas ficavam admiradas com as fotos antigas do Recife e foram curtindo e compartilhando as fotos da página. No ano seguinte, em 2013, fui convidado para participar da Bienal do Livro, no estande da Editora Novo Estilo, para dar palestras sobre a história do Recife. Fiz alguns vídeos com fotos antigas que ficavam passando em um telão atraindo muitas pessoas para o estande e muitas delas já eram seguidoras da página. Foi aí que percebi que a página já estava fazendo um certo “sucesso” no Facebook.

Que desdobramentos a criação da página trouxe para você? 

WILTON CARVALHO – Conheci muitas pessoas através da página. Admiradores do Recife, colaboradores, historiadores e jornalistas. Participamos de diversos eventos e também já promovemos palestras e passeios. Um deles foi o Projeto Recife de Antigamente – Histórias e Memórias, idealizado por Rosa Bezerra, que eram encontros em livrarias e praças para compartilharmos histórias vividas no Recife.

.

Passeio de catamarã sobre o Recife.

.
Já promovemos diversos passeios e palestras com historiadores, entre eles Carlos Bezerra Cavalcanti, autor do livro “O Recife e seus bairros” e “O Recife é suas ruas”, participamos de passeios de catamarã com o Projeto Navegando em Poesias e também de ciclos de palestras na Livraria Jaqueira no Projeto Conversando Perto de Casa, ambos criação de Taciana Valença. No ano de 2015 a página Recife de antigamente foi tema de carnaval do Bloco Lírico O Bonde.
.

Desfile do bloco O Bonde sobre a página O Recife Antigamente

.
Já participamos de entrevistas para jornais do Recife, como Folha de PE, Jornal do Commercio e Diario de Pernambuco e a página também já foi tema de tese de mestrado do curso de Comunicação na UFPE.

(Clique abaixo e confira a pesquisa de Mestrado sobre a Página Recife Antigamente)
Maria Eugênia Bezerra Alves Recife de Antigamente representações da cidade e a memória coletiva

 

.
Como é a operação da atualização dos canais do Recife Antigamente no Facebook e Instagram?

WILTON CARVALHO – A página é composta de um administrador que sou eu e três editores que ajudam com as postagens e pesquisa: Tulio Couceiro, Felipe Alves e Fernando Silva. Não temos um cronograma específico para postagem, cada editor tem a liberdade de postar o que desejar, só com a exigência de não perder o foco da página que é fotos antigas do Recife e do Grande Recife e nada mais. Quando existe uma data comemorativa no Recife, como exemplo, a festa do Morro da Conceição, procuramos postar algo que tem a ver com a data comemorativa. Também podemos postar sobre pessoas importantes ou que fizeram parte da história do Recife, como exemplo, Clarisse Lispector.

.
Quais os planos futuros que você tem para o Recife Antigamente?

WILTON CARVALHO – O nosso maior objetivo é continuar sendo uma página com foco nas fotos antigas relacionadas com o Recife, mantendo a imparcialidade em diversos temas. Queremos continuar sendo uma página cujo objetivo é emocionar as pessoas com suas memórias em cada foto postada.
.

Wilton Carvalho também já postou alguns vídeos no seu canal pessoal do Youtube. Confira abaixo algumas produções.

.

 

.

.

*Por Rafael Dantas, repórter da Revista Algomais e publica semanalmente a coluna Pernambuco Antigamente (rafael@algomais.com | rafaeldantas.pe@gmail.com)

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »