Festival Arte na Usina celebra a arte como resistência e transformação social

Festival Arte na Usina celebra a arte como resistência e transformação social

Publicado em 14/11/2017 por Revista algomais às 4:26
Andrea Rego Barros

A Zona da Mata Sul do Estado entra em ebulição cultural com o Festival Arte na Usina – Safra 2017, que movimenta a Usina Santa Terezinha, em Água Preta, entre os próximos dias 17 e 25 de novembro. Sob o tema “A arte resiste e transforma”, o evento chega à sua terceira edição, se consolidando no calendário de iniciativas culturais de Pernambuco, ativando a criação, o desenvolvimento e interiorização do fomento à cultura. Promovido pelo projeto Usina de Arte, o evento tem curadoria assinada pelos artistas plásticos Fábio Delduque (SP) e José Rufino (PB).

Com ampla programação para vários perfis de público, o Festival contará com 15 oficinas gratuitas de várias modalidades artísticas, shows, performances, mesas de diálogo, exibição de filmes, palestras e exposições. O show de abertura, na sexta-feira (17), fica por conta do cantor Otto, que apresentará o seu novo trabalho “Ottomatopeia” a partir das 19h. A grade de atividades ainda traz nomes do quilate de Chico César, Hugo França, Paulo Brusky, João Lin, Tuca Siqueira, Maciel Melo, Adiel Luna, Bruno Lins, Gal Oppido, João Farkas, Guilherme Leme, Daniel Acosta, entre outros (ver programação ao final). As inscrições para as oficinas podem ser realizadas no site usinadearte.org.

Entre as novidades desta edição, está a ampliação e descentralização das oficinas para a antiga vila operária da usina, ao lado da propriedade, e a presença do Ateliê Infantil em parceria com o Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães (Mamam). A instituição promoverá atividades, comandadas por arte-educadores, voltadas para desenvolver e introduzir arte para as crianças. “O Festival é a culminância de atividades que acontecem durante todo o ano dentro do Usina de Arte, que oferece residências artísticas e literárias, escola de música, apresentações musicais, projetos de arte entre outras atividades culturais e ecológicas, que visam inserir a Usina Santa Terezinha em um roteiro turístico na região, reativando as engrenagens econômicas do local”, pontua Ricardo Pessoa de Queiroz, nome à frente da organização.

Por lá, ainda serão realizados passeios turísticos e circuitos culturais no Parque Artístico-Botânico da Usina Terezinha que, nos seus 29 hectares, conjuga diversas obras de arte com cerca de 5 mil plantas de mais de 300 espécies vegetais. No roteiro, ainda consta o Orquidário com mais de 3,5 mil exemplares da flor. O Festival Arte na Usina é uma realização da Usina de Arte com patrocínio do Governo do Estado de Pernambuco e AD Diper e apoio do Consulado da Áustria, Sebrae em Pernambuco e Mamam.

Hospedagem
A fim de estimular a participação de pessoas de outras regiões, a organização do evento traz como opção as “hospedagens domiciliares”, oferecidas por membros da comunidade que residem na antiga vila operária da Usina, impulsionando a cadeia econômica do lugar e promovendo autonomia e estrutura para os visitantes. As opções de leitos e casas poderão ser visualizadas no site www.usinadearte.org, e o trâmite de reserva se dará por meio de articulação direta entre hóspede e locador.

Desenvolvimento econômico

Outra novidade desta edição do Festival Arte na Usina é a parceria com a Unidade da Mata Sul do Sebrae em Pernambuco, que desde abril está desenvolvendo atividades de apoio e estímulo ao empreendedorismo da região dentro do projeto Ecossistema de Negócios Sociais da Mata Sul. Por lá, foram realizadas consultorias e qualificações com os moradores da vila da Usina e, nos dias do Festival, será realizada uma feira gastronômica, para os pequenos empreendedores exporem e comercializarem produtos locais.

Acoplada à feira, haverá oficinas com chefes renomados de Pernambuco sobre montagem e elaboração de pratos tradicionais da região. De acordo com a coordenadora do projeto Ecossistema de Negócios Sociais da Mata Sul, Katia Georgina, a feira é uma forma de consolidar as capacitações que acontecem na região. “Fazemos um trabalho diferenciado na vila, pois formamos os moradores para serem empreendedores de negócios inclusivos, que geram renda com responsabilidade social e ambiental. A exposição no festival é apenas uma das formas de mostrar os resultados positivos desse trabalho realizado na usina”, pontua.

Os frutos da ação da Usina de Arte e do convênio com o Sebrae em Pernambuco já podem ser vistos com o surgimentos de diversos novos empreendimentos no local.
Sobre o Usina de Arte
Desativada há mais de 15 anos, a Usina Santa Terezinha, na Mata Sul de Pernambuco, e todo o seu entorno vêm sendo transformados por meio da arte com o projeto que desde 2015 traz movimentação cultural para a região. Em um Parque Artístico-Botânico, o Usina de Arte conta com escola de música fixa, promove programa de oficinas e residências artísticas, festivais e conta com obras de grandes artistas brasileiros emolduradas no jardim botânico da propriedade. Gerido pela Associação Sociocultural Ambiental Jacuípe, a iniciativa busca, por meio da transformação da arte, inserir a Usina Santa Terezinha em um roteiro turístico na região, reativando as engrenagens econômicas do local, beneficiando mais de 5 mil moradores da antiga vila operária da Usina.
Serviço
Festival Arte na Usina – Safra 2017
Endereço: Rodovia PE 99, KM 10, Água Preta – Pernambuco
Contato: 3419.8070
E-mail: usinadearte@usinadearte.org
Programação Arte na Usina – Safra 2017
Sexta (17/11)
18h – Solenidade de abertura
19h – Mesa de diálogo: “Aproveitamento de resíduos lenhoso, florestas tropicais, arte, design e mercado” – Hugo França. Local: Pátio de Eventos
18h30 – Cinema: “Ave Rara” (Dir. Beto Brant). Local: Pátio de Eventos
21h – Show: Otto. Local: Pátio de Eventos

Sábado (18/11)
9h às 17h – Exposição: “Rurais” (Joãomiguel Pinheiro e Francisco Baccaro). Local: Ônibus
9h às 17h – Exposição: “TemporilizAções” (Paulo Brusky). Local: Escritório
9h às 11h30 – Passeios turísticos e circuitos culturais no Jardim Botânico
14h às 17h – Passeios turísticos e circuitos culturais no Jardim Botânico
16h – Aula show (José Miguel Wisnik). Local: Átrio de Marcelo Silveira
21h – Show: Maciel Melo. Local: Pátio de Eventos

Domingo (19/11)
9hàs 17h – Exposição: “Rurais” (Joãomiguel Pinheiro e Francisco Baccaro). Local: Ônibus
9hàs 17h – Exposição: “TemporilizAções” (Paulo Brusky). Local: Escritório
9h às 11h30 – Passeios turísticos e circuitos culturais no Jardim Botânico
14h às 17h – Passeios turísticos e circuitos culturais no Jardim Botânico
20h – Show: Bruno Lins. Local: Pátio de Eventos

Segunda (20/11)
9hàs 17h – Exposição: “Rurais” (Joãomiguel Pinheiro e Francisco Baccaro). Local: Ônibus
9h às 17h – Exposição: “TemporilizAções” (Paulo Brusky). Local: Escritório
8h às 12h – Oficina: Fotografia “Pinhole: Furo de Agulha” (Vládia Lima).
9h às 12h – Oficina: Fotografia Conceitual “Sentidos da Pele” (Gal Oppido).
9h às 12h – Oficina: Artes Visuais “Desenho, Pintura e Instalação” (José Spaniol).
9h às 12h – Oficina: Música “O Ouvido Pensante” (Henrique Albino).
10h30 às 12h – Oficina: História das Artes/Artes Visuais “Eu vi o mundo… Ele começava” – Uma breve história da arte no Recife (Bruno Faria).
14h às 17h – Oficina: Fotografia Conceitual “Sentidos da Pele” (Gal Oppido).
14h às 17h – Oficina: Artes Visuais “Desenho, Pintura e Instalação” (José Spaniol).
14 às 17h – Oficina: Ateliê Infantil “Mamam na Estrada” (Arte-educadores).
14h30 – Oficina: 17h30 – Quadrinhos “Quadrinizando o Nonsense” (João Lin).
19h – Mesa de diálogo: “Hermílio Borba Filho e a Cultura Popular” (Anco Márcio). Local: Pátio de Eventos
20h – “O Sal da Terra” (diretores: Wiim Wenders e Juliano Ribeiro Salgado). Local: Pátio de Eventos.

Terça (21/11)
9h às 17h – Exposição: “Rurais” (Joãomiguel Pinheiro e Francisco Baccaro). Local: Ônibus
9h às 17h – Exposição: “TemporilizAções” (Paulo Brusky). Local: Escritório
8h às 12h –Oficina: Fotografia “Pinhole: Furo de Agulha” (Vládia Lima).
9h às 12h – Oficina: Fotografia Conceitual “Sentidos da Pele” (Gal Oppido).
9h às 12h – Oficina: Artes Visuais “Desenho, Pintura e Instalação” (José Spaniol).
9h às 12h – Oficina: Música “O Ouvido Pensante” (Henrique Albino).
9h às 12h – Oficina: Ateliê Infantil “Mamam na Estrada” (Arte-educadores).
10h30 às 12h – Oficina: História das Artes/Artes Visuais “Eu vi o mundo… Ele começava” – Uma breve história da arte no Recife (Bruno Faria).
14h às 18h – Oficina: Cinema “Desenvolvimento de Argumento para documentário” (Tuca Siqueira).
14h às 17h – Oficina: Fotografia Conceitual “Sentidos da Pele” (Gal Oppido).
14h às 17h – Oficina: Artes Visuais “Desenho, Pintura e Instalação” (José Spaniol).
14h às 18h – Oficina: Teatro “Mergulhando no Teatro” (Guilherme Leme).
14h30 – 17h30 – Oficina: Quadrinhos “Quadrinizando o Nonsense” (João Lin).
18h às 21h – Workshop “Visage – Paisagens Improváveis” (Márcio Almeida e Daniel Acosta). Local: Angar
19h – Mesa de diálogo: “Duas trajetórias na produção imagética brasileira” (João Farkas e Gal Oppido). Local: Pátio de Eventos.
20h – Cinema: “Música Pelos Poros” (Dir. Marcelo Machado). Local: Pátio de Eventos.

Quarta (22/11)
9hàs 17h – Exposição: “Rurais” (Joãomiguel Pinheiro e Francisco Baccaro). Local: Ônibus
9h às 17h – Exposição: “TemporilizAções” (Paulo Brusky). Local: Escritório
8h às 12h – Oficina: Fotografia “Pinhole: Furo de Agulha” (Vládia Lima).
9h às 12h – Oficina: Fotografia Conceitual “Sentidos da Pele” (Gal Oppido).
9h às 12h – Oficina: Artes Visuais “Desenho, Pintura e Instalação” (José Spaniol).
10h30 às 12h – Oficina: História das Artes/Artes Visuais “Eu vi o mundo… Ele começava” – Uma breve história da arte no Recife (Bruno Faria).
14h às 17h – Oficina: Ateliê Infantil “Mamam na Estrada” (Arte-educadores).
14h às 18h – Oficina: Cinema “Desenvolvimento de Argumento para documentário” (Tuca Siqueira).
14h às 17h – Oficina: Fotografia Conceitual “Sentidos da Pele” (Gal Oppido).
14h às 17h – Oficina: Artes Visuais “Desenho, Pintura e Instalação” (José Spaniol).
14h às 18h – Oficina: Teatro “Mergulhando no Teatro” (Guilherme Leme).
14h30 às 17h30 – Oficina: Quadrinhos “Quadrinizando o Nonsense” (João Lin).
18h às 21h – Workshop “Visage – Paisagens Improváveis” (Márcio Almeida e Daniel Acosta). Local: Hangar
20h – Cinema: “Cinema, Aspirinas e Urubus” (Dir. Marcelo Gomes). Local: Pátio de Eventos

Quinta (23/11)
9h às 17h – Exposição: “Rurais” (Joãomiguel Pinheiro e Francisco Baccaro). Local: Ônibus
9h às 17h – Exposição: “TemporilizAções” (Paulo Brusky). Local: Escritório
8h às 12h – Oficina: Fotografia “Pinhole: Furo de Agulha” (Vládia Lima). Local: Sala do Grupo João Vicente de Queiroz
9h às 12h – Oficina: Fotografia Conceitual “Sentidos da Pele” (Gal Oppido).
9h às 12h – Oficina: Artes Visuais “Desenho, Pintura e Instalação” (José Spaniol).
9h às 12h – Oficina: Ateliê Infantil “Mamam na Estrada” (Arte-educadores).
10h30 às 12h – Oficina: História das Artes/Artes Visuais “Eu vi o mundo… Ele começava” – Uma breve história da arte no Recife (Bruno Faria).
14h às 18h – Oficina: Literatura “Narrativa Visual: Caminhos da Leitura” (Luciano Pontes).
14h às 18h – Oficina: Cinema “Desenvolvimento de Argumento para documentário” (Tuca Siqueira).
14h às 17h – Oficina: Fotografia Conceitual “Sentidos da Pele” (Gal Oppido).
14h às 17h – Oficina: Artes Visuais “Desenho, Pintura e Instalação” (José Spaniol).
14h às 18h – Oficina: Teatro “Mergulhando no Teatro” (Guilherme Leme).
14h30 às 17h30 – Oficina: Quadrinhos “Quadrinizando o Nonsense” (João Lin).
18h às 21h – Workshop “Visage – Paisagens Improváveis” (Márcio Almeida e Daniel Acosta). Local: Hangar
21h – Show: Casas Populares da BR 232. Local: Pátio de Eventos

Sexta (24/11)
9h – 17h – Exposição: “Rurais” (Joãomiguel Pinheiro e Francisco Baccaro). Local: Ônibus
9h – 17h – Exposição: “TemporilizAções” (Paulo Brusky). Local: Escritório
8h às 12h – Oficina: Fotografia “Pinhole: Furo de Agulha” (Vládia Lima).
9h às 12h – Oficina: Fotografia Conceitual “Sentidos da Pele” (Gal Oppido).
9h às 12h – Oficina: Artes Visuais “Desenho, Pintura e Instalação” (José Spaniol).
10h30 às 12h – Oficina: História das Artes/Artes Visuais “Eu vi o mundo… Ele começava” – Uma breve história da arte no Recife (Bruno Faria).
14h às 17h – Oficina: Ateliê Infantil “Mamam na Estrada” (Arte-educadores).
14h às 18h – Oficina: Literatura “Narrativa Visual: Caminhos da Leitura” (Luciano Pontes).
14h às 18h – Oficina: Cinema “Desenvolvimento de Argumento para documentário” (Tuca Siqueira).
14h às 17h – Oficina: Fotografia Conceitual “Sentidos da Pele” (Gal Oppido).
14h às 17h – Oficina: Artes Visuais “Desenho, Pintura e Instalação” (José Spaniol).
14h às 18h – Oficina: Teatro “Mergulhando no Teatro” (Guilherme Leme).
14h30 às 17h30 – Oficina: Quadrinhos “Quadrinizando o Nonsense” (João Lin).
18h às 21h – Workshop “Visage – Paisagens Improváveis” (Márcio Almeida e Daniel Acosta). Local: Hangar
21h – Show: Adiel Luna. Local: Pátio de Eventos

Sábado (25/11)
9h às 17h – Exposição: “Rurais” (Joãomiguel Pinheiro e Francisco Baccaro). Local: Ônibus
9h às 17h – Exposição: “TemporilizAções” (Paulo Brusky). Local: Escritório
9h às 11h30 – Passeios Turísticos e Circuitos Culturais no Jardim Botânico
14h30 às 17h – Passeios Turísticos e Circuitos Culturais no Jardim Botânico
19h – Show: Samba de Matuto. Local: Pátio de Eventos
21h –Show: Chico César. Local: Pátio de Eventos

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »