Música contra o coronavírus
Yuri Euzébio

Música contra o coronavírus

Publicado em 20/03/2020 por Revista algomais às 14:50
Saudades das aglomerações de gente nos shows, né??

Em tempos de pandemia do Coronavírus e isolamento social, diversas apresentações musicais foram adiadas ou canceladas no Recife. Mas, a música pode ser uma grande companheira para passar o tempo ou servir de trilha sonora enquanto fazemos outra atividade. Para nossa sorte, vários lançamentos bacanas já entraram nas plataformas digitais. Fiz aqui um pequeno levantamento das novidades que podem acompanhar você, querido leitor, nesse período difícil de quarentena.

LETRUX AOS PRANTOS – Depois de um álbum aclamado em que tratava do fim de seu relacionamento, “Em Noite de Climão”, a carioca Letícia Novaes apura sua sonoridade e amadurece suas letras em um álbum melancólico, mas ainda dançante. Com um conceito mais intenso e introspectivo que seu anterior, “Aos Prantos” não decepciona e prova que depois da festa, chega a ressaca.  Se organizar direito, todo o mundo chora.

Cícero – Cosmo : Quinto álbum do carioca que surgiu como uma grata revelação com sua melancolia luminosa em “Canções de Apartamento” (2011), mas depois foi ficando mais introspectivo e dark nos seguintes “Sábado” (2013) e “A Praia” (2015). Aqui, ele retoma um pouco sua verve como no último álbum “Cícero e Albatroz” (2017) e consegue equilibrar bem a melancolia e a introspecção com certa felicidade. Vale a pena. Ouça!!

Ana Frango Elétrico – Little Electric Chicken Heart: Esse é do fim do ano passado, mas também é imperdível. É o segundo álbum da carioca e aqui ela faz uma mistura da pegada tropicalista com o indie pop recente, passando pela obra de Jorge Ben com o pop dos anos 60 para construir algo novo, singular e brasileiro. Fez um dos melhores shows do carnaval daqui no Rec-Beat, quem foi sabe do que eu tô falando.

Martins – Martins: Uma das vozes mais bonitas de Pernambuco lançou seu primeiro álbum solo no ano passado e cumpriu com as expectativas de quem esperava um som novo, contagiante e legitimamente pernambucano. Já falei dele antes, mas sempre bom frisar. Ouçam!!

O Terno – Atrás/Além: O Terno é a melhor banda de rock brasileiro da atualidade. Tim Bernardes é um dos grandes compositores de sua geração, expressa como ninguém os anseios e dúvidas da juventude moderna. É obrigatório ter ouvido esse álbum do ano passado!! Não vou falar mais nada.

Caetano Veloso – Transa: Um clássico pra finalizar. Um disco que expressa bem o peso de estar isolado. Fruto do período de exílio do baiano em Londres e da saudade de casa, ao qual acabara de visitar em ocasião especial – a missa comemorativa do aniversário de 40 anos dos pais. O álbum expressa bem todo o peso da solidão.

Espero ter ajudado a passar o tempo nesse período tão difícil que atravessamos. Como diz a letra da música de Chico Buarque, vai passar.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »