Peças do Cais do Sertão ganham máscaras em campanha

Peças do Cais do Sertão ganham máscaras em campanha

Publicado em 17/11/2020 por Revista algomais às 12:44
Ação busca conscientizar o público sobre a obrigatoriedade de manter o adereço durante toda a visita aos espaços

Cada vez mais atentos aos cuidados sanitários do protocolo de convivência da covid-19, os museus da Região Metropolitana preocupam-se em proporcionar a turistas e visitantes experiências inesquecíveis e seguras em seu espaço expositivo. Uma das ações mais recentes com este propósito, desenvolvida por gestores museais e museólogos do Recife, reforça o uso de máscara em todos os ambientes que compõem os espaços. Personagens e esculturas de personagens presentes nos centros culturais ganharam o adereço imprescindível nestes dias de pandemia.

No caso do Cais do Sertão, equipamento gerido pela Secretaria de Turismo e Lazer e Empetur, a intervenção foi feita na ala Joias da Coroa. As réplicas de gibões de Luiz Gonzaga, que representam as figuras do cangaceiro e vaqueiro, e são a primeira parada do visitante ao entrar no Cais, agora exibem máscaras. Além da iniciativa, o museu também conta com sinalização e equipe educativa orientando quanto às novas normas de convivência.

A campanha nasceu após interlocução com membros dos museus da região e tornou-se crucial para ajudar na implantação do protocolo sanitário nas instituições. Constantemente alertando o corpo educativo e visitantes quanto ao distanciamento social, uso de máscara e higienização das mãos, gestores viram na ideia uma forma de comunicar que, também dentro do museu, o adereço é imprescindível.

A ação também atinge as redes sociais dos centros culturais, por meio do uso de hashtags (#Usemáscara, #Usemáscaranomuseu, #SelfiedeMascara e #CaisConsciente) e peças visuais educativas. Em uma das publicações, vem o alerta: “Você não precisará tirar a máscara para sorrir”.

“Após a reabertura, precisávamos desse momento de troca com outros museus da Região Metropolitana do Recife sobre a implementação e execução dos protocolos de segurança da Covid-19. Partindo de uma demanda coletiva, optamos por levar a campanha para as redes sociais e para o nosso acervo. Queremos reforçar que o uso de máscara protege tanto o visitante quanto os educadores”, comenta a museóloga do Cais, Rosélia Adriana.

Para acompanhar toda a campanha, as peças visuais estarão disponíveis no perfil do instagram do Cais, o @caisdosertao. Já as vestimentas de vaqueiro e cangaceiro podem ser vistas em visitação, nas quintas e sextas-feiras, das 10h às 16h, e sábados, domingos e feriados, das 11h às 17h.

SERVIÇO

Centro Cultural Cais do Sertão – Armazém 10, Av. Alfredo Lisboa, s/n – Recife, PE, 50030-150

Visitação: quintas e sextas-feiras, das 10h às 16h, e sábados, domingos e feriados, das 11h às 17h

Ingressos: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada).

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »