Projeto “História ao Ar Livre” promove uma aula pública na praia de Boa Viagem neste sábado (05)

Projeto “História ao Ar Livre” promove uma aula pública na praia de Boa Viagem neste sábado (05)

Publicado em 04/10/2019 por Revista algomais às 10:24
Em sua 12º edição, projeto que visa unir o ensino da História à vivência dos espaços públicos da cidade chega à praia de Boa Viagem.

“Ouvindo as pancadas das águas do mar: o Mar e suas histórias” será o tema da 12º edição do projeto História ao Ar livre que acontece, neste sábado (05), na praia de Boa Viagem, a partir das 15h. A aula pública será conduzida pelos professores de história e organizadores do projeto, Júlia Ribeiro e Rodrigo Bione, com a participação de convidados.

A dinâmica será a mesma das edições anteriores, possibilitando a união entre discussões, música, poesia e a interação com o espaço público da cidade. Os materiais de aula serão apenas banquinhos, microfones e violão. O público-alvo é diverso, indo de estudantes do Ensino Médio, a universitários, professores e qualquer pessoa que esteja interessada em vivenciar um formato diferente de aula

O tema escolhido para esta edição teve como inspiração os 75 anos da cantora Lia de Itamaracá, patrimônio vivo de Pernambuco, e o recente título de Doutora Honoris Causa concedido pela UFPE. A ideia dos professores é resgatar o papel e a importância do Mar na história da humanidade como protagonista do processo de comunicação e interligação entre povos, países e continentes. A aula abordará os momentos em que o mar foi o cenário de grandes acontecimentos históricos e a sua importância para o desenvolvimento e a sobrevivência de diversos povos e civilizações: o processo de expansão marítima; o papel do mar para a realização do tráfico de pessoas, sua importância para Sambaquis, Fenícios e Gregos e, claro, sua importância para o processo de ocupação do bairro de Boa Viagem e como meio de sobrevivência para as populações de pescadores.

Entre os convidados, estão a professora do Departamento de História da Universidades Federal de Pernambuco (UFPE), Isabel Guillen, o professor de biologia, Bruno Batista, os professores de Geografia, Germano Sobral e Ian Uchôa, além dos professores Filipe Domingues e Sérgio Salles, da área de História.

HISTÓRICO – O História ao Ar Livre foi criado em 2015 pelos professores Luiz Paulo Ferraz e Rodrigo Bione, ambos formados em História pela UFPE e com atuação em diversas escolas do estado. Há um ano e meio a professora Júlia Ribeiro, também formada em História pela UFPE, passou a integrar a equipe do projeto. Esta edição será a primeira que não contará com a participação direta de Luiz Paulo, que está ausente para a realização do seu doutorado na Brown University, nos EUA. Desde o início, o objetivo do grupo foi unir o ensino da História à vivência dos espaços públicos. Nos últimos quatro anos, o projeto já promoveu aulas públicas em diversos locais, como o parque Dona de Lindu, a praça de Casa Forte, o parque da Jaqueira, o Cais José Estelita, a praça do Derby, o parque 13 de Maio e a Praça do Entrocamento. A última edição foi realizada em maio deste ano, na Praça do Entrocamento, com o tema “Em tempos de intolerância: história e amor.

DIVULGAÇÃO – O projeto conta com uma página oficial no Facebook e no Instagram (@historiaaoarlivre), onde é possível acompanhar todas as informações sobre as datas e locais das aulas. A iniciativa é totalmente gratuita e aberta ao público. Para os participantes, a única orientação é a de levar cangas, esteiras ou banquinhos para acompanhar as aulas, além de, claro, manter o espaço limpo e recolher todo o lixo produzido.

SERVIÇO
Projeto “História ao Ar Livre”
Tema: Ouvindo as pancadas das águas do mar: o Mar e suas histórias
Data: 05/10 (sábado)
Horário: 15h
Local: Praia de Boa Viagem, em frente ao número 940 da avenida.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »