Fim de semana em clima de festejos juninos no Recife

Fim de semana em clima de festejos juninos no Recife

Publicado em 15/06/2019 por Revista algomais às 5:00
Andréa Rêgo Barros/Arquivo PCR

A capital pernambucana entra definitivamente no clima de São João. Neste fim de semana, acontecem as eliminatórias da 17º edição do Concurso de Quadrilhas Juninas Infantojuvenis, no Sítio Trindade. Que tal estimular as crianças a confeccionar bandeirinhas para as festas juninas? É o que propõe o Museu da Cidade do Recife. No Mamam, a mostra “O tempo é implacável” e a exposição inclusiva “O tempo do sonho” encerram neste domingo (16). O Olha! Recife entrou no clima de São João e, por isso, o passeio de ônibus será por alguns locais que fazem referência aos santos juninos. Oficina de criação de lápis semente, caminhada ecológica e apresentação teatral na programação ambiental.

CULTURA
Eliminatórias do Concurso de Quadrilhas Juninas Infantojuvenis
Neste fim de semana, acontecem as eliminatórias da 17º edição do Concurso de Quadrilhas Juninas Infantojuvenis. Sete grupos se apresentam no Sítio Trindade, no sábado (15) e domingo (16), a partir das 17h. A grande final ocorre no mesmo Sítio Trindade, no dia 30 de junho. Cinco quadrilhas serão selecionadas para a final, com prêmio de classificação de R$ 3 mil. Os três primeiros lugares receberão ainda premiações no valor de R$ 5 mil, R$ 4 mil e R$ 3 mil, respectivamente.
17º Concurso de Quadrilhas Infantojuvenis
Local: Sítio Trindade

Dia 15 (sábado)

17h – Junina Menezes na Roça

17h45 – Brincant’s Show

18h30 – Raízes do Rosário

19h15 – Junina Sapeca

Dia 16 (domingo)

17h – Mirim Evolução

17h45 – Junina Matutinho Dançante

18h30 – Junina Fusão

Museu da Cidade do Recife promove oficina de bandeiras para a garotada
No embalo das comemorações de São João, o Museu da Cidade do Recife convida a garotada e seus familiares para uma oficina gratuita que acontece neste sábado (15), a partir das 15h.
Enfeitadas com fitas coloridas e imagens de santos, as bandeiras são usadas para decorar residências e, principalmente, em procissões, igrejas e outros eventos religiosos. Uma curiosidade é que as bandeiras deram origem às coloridas bandeirinhas de São João que embelezam as festas juninas.
Para participar da oficina, não há necessidade de inscrição antecipada. Basta chegar cerca de 30 minutos antes para receber o material. A entrega será encerrada um pouco antes do início da atividade, às 15h. A oficina é sugerida para crianças a partir dos 7 anos, mas todos podem participar acompanhado dos pais. Informações pelo telefone (81) 3355.3108
SERVIÇO
Oficina de Bandeiras

Sábado – 15 de junho, às 15h

Público: Crianças acompanhadas dos pais. Idade sugerida: 7 anos

Endereço: Forte das Cinco Pontas, bairro de São José.

Visitação: de terça a sábado, das 9h às 17h, e aos domingos das 9h às 16

Quanto: entrada gratuita

Exposição “Cinco Pontas” no Museu da Cidade

No Museu da Cidade, localizado no Forte das Cinco Pontas, no Bairro de São José, a exposição “Cinco Pontas” estará aberta à visitação gratuita no sábado e domingo, reunindo achados arqueológicos, pinturas e documentos que mostram a importância da fortificação em diversos momentos históricos da capital pernambucana. Em quase 400 anos de existência, o local já foi base para navegadores, depósito, prisão e quartel militar. Informações: (81) 3355-9540. Saiba mais: www.museudacidadedorecife.org.
Último fim de semana de exposições no MAMAM
Inspirada em João Cabral de Melo Neto, “O tempo é implacável” fecha temporada
“O tempo é implacável”, da mineira Juliana Gontijo, é a terceira exposição consecutiva assinada por uma mulher. Com curadoria de Wagner Nardy, a mostra tem nos rios pernambucanos a sua nascente. Em sua estreia na cidade, a artista relata suas impressões e reflexões sobre o sujeito que se percebe em trânsito pelo território, motivadas pelo poema O Rio, de João Cabral de Melo Neto. “O tempo é implacável” fica em cartaz no MAMAM, até este domingo (16), com visitação gratuita. O público pode conferir o trabalho de Juliana no sábado e domingo, das 13h às 17h.

Exposição inclusiva “O Tempo do Sonho” vai até domingo (16)

O Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães (MAMAM), equipamento cultural mantido pela Prefeitura do Recife, abriga a exposição “O Tempo do Sonho”. A mostra fica aberta ao público até o dia 16 de junho, no Aquário Oiticica, e é fruto de parceria com o Instituto Federal Federal (IFPE) – Campus Olinda.
Tendo como modelo pesquisa baseada no acervo do programa Acessibilidade MAMAM, o IFPE produziu placas táteis em cerâmica que ajudam pessoas com deficiência visual a desfrutar de novas experiências estéticas, interagindo com as criações artísticas. As peças foram criadas pelo IFPE por meio do projeto de extensão “Arte para Cego Ver – Artefatos táteis para mediação de leitura de obras de arte”.
Os conteúdos produzidos integram o acervo do museu e estão disponíveis no site www.acessibilidademamam.art.br .
Serviço
Exposição “O Tempo do Sonho”

Em cartaz até dia 16 de junho

Aquário Oiticica do MAMAM

Visitação gratuita

O MAMAM fica na Rua da Aurora, 265, Boa Vista. A entrada é gratuita, mais informações: (81) 3355-6871 e e-mail educmamam@gmail.com . Site: https://blogmamam.wordpress.com/

TURISMO E LAZER

Passeio dedicado aos santos juninos
No passeio de ônibus, que acontece neste sábado (15), os participantes serão levados aos principais atrativos dedicados aos santos juninos. No roteiro, uma das igrejas consideradas entre as mais belas do estilo Barroco, a Igreja de São Pedro dos Clérigos. O tour ainda vai passar pelo bairro de Santo Antônio, um dos principais do Centro do Recife, e seguir para Olinda. Lá, os participantes vão visitar a Igreja de São João Batista dos Militares, um dos mais antigos templos de Pernambuco (século XVI). O roteiro ainda passa pelo Sítio Trindade, em Casa Amarela, principal polo da programação do São João do Recife. O ônibus sai às 14h, da Praça do Arsenal.
Serviço
Olha Recife de Ônibus (Sábado)

Tema: Santos juninos

Dia: 15/06

Hora: 14h

Saída: Praça do Arsenal

Caminhada percorre roteiro com obras de arte
Domingo (16) tem roteiro a pé. A caminhada será pelo Centro do Recife e dedicada às obras de arte que ficam a céu aberto, colorindo e embelezando a cidade. O grupo sai às 9h, da Praça do Arsenal, percorrendo os bairros do Recife, de Santo Antônio e Boa Vista. Entre os pontos visitados estão a Rosa dos Ventos (Praça do Marco Zero), o painel de Paulo Werneck (Banco do Brasil), o Espaço R.U.A. (Avenida Barbosa Lima), painel Batalha dos Guararapes (Rua das Flores), entre outros.
Olha Recife a pé (Domingo)
Tema: Murais, Grafite e painéis

Dia: 16/06

Hora: 09h

Saída: Praça do Arsenal

Os interessados devem se inscrever pelo site www.olharecife.com.br, a partir das 9h, nesta sexta-feira. É solicitado que os participantes levem pacotes de leite em pó, que serão doados ao Grupo de Apoio à Criança Carente com Câncer (GAC).

MEIO AMBIENTE

Caminhada ecológica e oficina de mudas no Econúcleo Jaqueira
O Econúcleo Jaqueira receberá o público neste sábado (15) com atrações para todos os gostos. Dentre elas, uma caminhada ecológica seguida de oficina de mudas, às 10h. Após a prática, os participantes irão aprender técnicas de plantio, cultivo e cuidados com mudas para aqueles que desejam ter plantas em casa ou no apartamento. Às 16h, a Minhoca Maricota fará pocket show, garantindo boas risadas e histórias sobre o Minhocário do espaço.

Econúcleo Jaqueira, sábado (15)

9h – O Meio que se conta: contação de histórias “As aventuras de Anansi”
10h – Trilha Ambiental + Oficina de mudas

11h – Em cena verde: “Roteiros de improviso com Astrogilda e Alcebíades

14h – Sala de ECOinteratividade: jogos digitais

15h – Trilha Ambiental

16h – Pocket Show “Show de minhoca”

Meditação, oficina de criação e duelo entre rapper e repentista

No domingo (16), o Econúcleo Jaqueira oferecerá sessão gratuita de meditação com o grupo Sahaja Yoga, a partir das 9h. Já às 11h, sustentabilidade na ponta do lápis é o que promete chamar atenção na oficina de criação de lápis semente. Utilizando papel de jornal, cápsula de remédio, grafite e sementes, o arte-educador Felipe Junior vai ensinar como criar o lápis sustentável e, após o uso, plantá-lo. No final da tarde, às 16h30, está marcado um duelo de rapper e repentista, apresentado pelos artistas Allan Sales e Clécio Rimas.

Econúcleo Jaqueira, domingo (16)
9h – Meditação com o grupo Sahaja Yoga

10h – Contação de histórias “O morcego e a cabaça”

11h – Resíduo nos eixos: Oficina de criação de lápis semente

14h – Sala de ECOinteratividade: jogos digitais

15h – Apresentação do espaço em Cordel + Caminhada poética “Caminhos diVersos”

16h – Duelo de Rapper e Repentista

Econúcleo Jaqueira
Rua do Futuro, 959 – Jaqueira

De quinta a domingo, das 9h às 17h

Entrada gratuita

Oficina de cordel sustentável e vivências ambienais no Jardim Botânico

Já quem preferir curtir o final de semana no Jardim Botânico, uma oficina de cordel sustentável, às 10h, vai ensinar as técnicas da produção literária cordelista através da linguagem ambiental. Ainda no sábado, tem a oficina de xilogravura, que também tem fortes raízes na cultura nordestina, onde o público aprenderá a técnica de produção substituindo a madeira comumente usada por materiais reciclados.
Jardim Botânico, sábado (15)

9h – Caminhada Ecológica “Trilha Cega”

10h – ECOrdel: oficina de Cordel

11h – O Meio que se conta: contação de historias “A descoberta”

13h30 – Vivências ambientais: faço parte deste lugar

14h30 – Oficina de Xilogravura

15h10 – Cine ambiental: mostra de vídeo no econúcleo

Trilha ecológica e contação de histórias no Jardim Botânico
No domingo (16), às 9h, arte-educadores conduzem a trilha ecológica “Caminhando e descobrindo”, na qual o público poderá percorrer os caminhos da Mata Atlântica e aprender sobre características das folhas, texturas e solo do ambiente. Atividade voltada ao tema de Mudanças climáticas e como ela se manifesta no mundo será tema durante o domingo. Os participantes vão para a área externa a fim de verificar essa manifestação na natureza e, por último, será feito o plantio de mudas arbóreas como parte da solução da mitigação dos efeitos da mudança climática no mundo.

Jardim Botânico, domingo (16)
9h – Caminhando e Descobrindo: folhas, texturas e solos

10h – Oficina de Mudas “Plantando o futuro”

11h30 – O Meio que se cota: contação de historias “Tisto”

13h30 – Caminhada Ecológica: “conhecendo a mata”

14h30 – O Meio que se conta: contação de história “Vozes de um Rio”

15h10 – Cine ambiental: mostra de vídeo no econúcleo

Jardim Botânico do Recife
BR ­232, km 7,5 – Curado

De terça a domingo, das 9h às 15h30

Entrada: gratuita

Oficinas de criação de bonecos e malabares no CAT Ambiental

Para quem vai aproveitar o clima de praia no domingo, o CAT Ambiental, localizado no Segundo Jardim de Boa Viagem, sedia diversas atividades gratuitas que começam a partir das 9h e duram até às 14h. O visitante poderá começar o dia relaxando e participando da atividade com o grupo Sahaj Yoga, às 9h. Depois pode aprender a confeccionar bonecos com jornal e, por fim, participar da oficina de malabares com resíduos sólidos.
CAT Ambiental, domingo (16)
Centro de atendimento ao turista ambiental (CAT Ambiental)

Segundo Jardim – Boa Viagem

Domingo, das 10h às 14h

Entrada gratuita

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »