Encontro discute atuação das cooperativas sulcroalcooleiras de PE e da BA

Encontro discute atuação das cooperativas sulcroalcooleiras de PE e da BA

Publicado em 18/02/2021 por Revista algomais às 18:37
Na foto: Alexandre Andrade (Coaf), João Leão (vice-governador da Bahia) e Carlos Antônio César (presidente da Cooafsul)

Do Sistema OCBPE

Hoje e amanhã (19/02), acontecem duas oficinas para discutir a estruturação de uma central de cooperativas sulcroalcooleiras, a primeira do Brasil, com iniciativa de duas cooperativas pernambucanas: a Coaf e a Cooafsul. O potencial pernambucano já despertou a atenção de outros estados, como o de Alagoas, com duas cooperativas interessadas em participar da central, e também da Bahia, que busca firmar uma parceria para o desenvolvimento da cultura canavieira naquele estado. Na última quarta-feira (17/02), inclusive, o coordenador da Comissão do Ramo Agropecuário do Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras em Pernambuco (OCB/PE), Alexandre Andrade, recepcionou o vice-governador do estado da Bahia, João Leão, e sua comitiva. A reunião contou com a apresentação dos dados referentes ao desempenho das cooperativas na última safra (setembro-fevereiro), bem como a discussão das perspectivas futuras para o cooperativismo sulcroalcooleiro de Pernambuco.

Durante o evento, Alexandre Andrade, que também é presidente da Coaf, agradeceu o apoio dos parceiros na trajetória de consolidação da cooperativa, que conta com 450 fornecedores de cana na Zona da Mata e atuação de uma matriz (Recife) e uma filial (Timbaúba). Produzindo álcool, açúcar e cachaça, a Coaf determina a destinação da cana de acordo com a demanda do mercado, que, muitas vezes, valoriza os preços de forma alternada para cada um dos produtos. Apesar da crise do ano de pandemia, a última safra contou com um faturamento de R$ 260 milhões, parte dele resultado da inovação de inserir o álcool 70 no mercado. Somente de ICMS direto, a cooperativa pagou R$ 7 milhões ao governo de Pernambuco. O próximo passo para o desenvolvimento da cooperativa, junto à Cooafsul, de Ribeirão, e outras duas cooperativas de Alagoas, a Coopervales e Pindorama, é a criação de uma Central de Cooperativas.

Representando o estado da Bahia no evento, o vice-governador João Leão, fez uma explanação sobre os principais projetos e investimentos realizados naquele estado. Leão citou ainda o interesse de firmar uma parceria com as cooperativas pernambucanas para atuarem no Polo Agroindustrial do Médio São Francisco, que dispõe de terras com topografia favorável, aptas ao processo de irrigação e a baixo custo. “A Coaf é uma referência em produtividade e geração de renda. E é claro que queremos essa expertise na Bahia, por isso convidei os produtores sulcroalcooleiros pernambucanos para investirem no nosso Polo Agroindustrial e Bioenergético em implantação na região do Médio São Francisco da Bahia”, afirmou.

Venda direta de Etanol – Na oportunidade, o representante do Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool no Estado de Pernambuco (Sindaçúcar), Renato Pontes, falou sobre o potencial de Pernambuco também para a venda direta de etanol. Entretanto, para que a iniciativa seja viabilizada, é necessária a aprovação do Projeto de Decreto da Câmara n0 978/2018. O instrumento propõe sustar o artigo 6º da Resolução n.º 43/2009 da Agência Nacional do Petróleo (ANP). “O consumidor brasileiro merece ter a opção de comprar de várias fontes. O projeto em questão já foi aprovado no Senado Federal por unanimidade e deverá trazer benefícios para vários estados se aprovado também na Câmara”, afirmou. A iniciativa seria interessante para redução do custo de distribuição com resultado no preço do etanol para o consumidor. “Não faz sentido, uma usina vender álcool para Suape, a 120 km de sua sede, e esse etanol retornar para a cidade de origem por uma outra empresa. As distribuidoras são importantes para chegar a locais distantes, mas em casos como esse, é preciso rever a questão”, finalizou.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »