Grupo PMais cresce no setor de terceirização
Rafael Dantas

Grupo PMais cresce no setor de terceirização

Publicado em 20/02/2020 por Revista algomais às 5:30
Ao oferecer serviços de terceirização e investir na gestão, Grupo PMais ganha a partida contra o fraco desempenho da economia do País. Segundo o diretor Paulo Cavalcanti, as estratégias adotadas permitiram à empresa chegar aos mercados de Caruaru e Paraíba. Foto: Tom Cabral

No xadrez da crise econômica brasileira muitas empresas tiveram que lançar mão de estratégias para dar um xeque-mate nos obstáculos que impediam o bom desempenho nos negócios. Entre as jogadas de mestre realizadas pelos empresários está a terceirização de parte dos seus serviços, com o intuito de focar na sua atividade principal. Ou seja, se dedicar, de fato, ao que é estratégico nos empreendimentos. Para atender a essa necessidade, o Grupo PMais se especializou no segmento de terceirização de limpeza, logística e ações promocionais. Fundada no olho do furacão da recessão, em 2016, a empresa investiu forte em 2019 no aperfeiçoamento da gestão, qualificação de pessoal e na entrada em novos mercados. Um movimento que permitiu ao grupo ganhar a partida contra a economia morna do ano passado e alcançar um crescimento de 23% no faturamento.

A terceirização de serviços é uma tendência global, segundo o diretor da PMais, Paulo Cavalcanti. No Brasil, há ainda a estimativa de que o crescimento da demanda do segmento acelere nos próximos anos devido às mudanças na legislação trabalhista, que permitiram a terceirização de mais atividades e concederam um maior prazo para as contratações temporárias.
Estudo publicado em dezembro de 2019 da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, do IBGE, sobre as características do mercado de trabalho brasileiro, mostrou que houve um crescimento de 38,3% das pessoas que “trabalhavam em um estabelecimento de outro empreendimento”. Uma mudança que, segundo o relatório, pode ter sido fruto do crescimento da terceirização nas empresas.

Para dar conta das oportunidades crescentes desse mercado – que contudo, tem uma rentabilidade reduzida – a empresa investiu em consultoria para melhorar a gestão. Com uma reestruturação interna, o Grupo PMais conseguiu qualificar indicadores de desempenho e a própria qualidade dos serviços. “Conseguimos maior agilidade para o fechamento de vagas, maior velocidade na reposição de faltas dos colaboradores, menor índice de absenteísmo e de turnover (a taxa de rotatividade de empregados) e, como consequência, maior satisfação dos clientes”, conta o empresário.

Essas mudanças na gestão e no atendimento fizeram a empresa crescer no volume de serviços dos clientes que já atendia, a exemplo da Solar, a fábrica da Coca Cola no Nordeste. Além disso, o PMais conseguiu fechar contratos com novas corporações, como a Localfrio, a Natto e a Tambaú Alimentos.

Em 2019, uma das novidades da empresa que contribuiu para esse crescimento foi a chegada em João Pessoa, onde trabalham 40 profissionais, nos serviços de limpeza e portaria. No final de 2018, o PMais havia entrado também no mercado de Caruaru, tendo conseguido um segundo cliente no ano passado na Capital do Agreste, nos segmentos de logística e conservação.

Outra novidade do final de 2019 foi o lançamento de uma nova atividade no portfólio, o Facilita. Trata-se da contratação do serviço de limpeza para escritórios. “Muitas pequenas empresas não têm a necessidade de ter uma pessoa o dia inteiro limpando os ambientes, então contratam os nossos profissionais por poucas horas. Alguns clientes pedem o serviço diariamente, no começo da manhã, outros apenas semanal. É uma nova oferta que acreditamos que irá crescer muito em 2020”, afirma.

Para dar conta desse crescimento operacional, o quadro de pessoal também teve expansão. A empresa conta atualmente com 300 funcionários, cerca de 20% a mais que no começo de 2019. Como atende diversos trabalhos temporários, a equipe de profissionais chega a mil pessoas em alguns períodos do ano. No primeiro trimestre de 2020, por exemplo, 500 pessoas devem ser contratadas no segmento de ações promocionais.

O grupo também investiu em formação. “Cem por cento das pessoas que trabalham conosco passaram por treinamentos práticos e comportamentais”, informa o diretor. Essa iniciativa do grupo é uma tendência corporativa do Nordeste para 2020. De acordo com levantamento recém-publicado pela Deloitte, 97% dos empresários da região pretendem melhorar a qualificação de seus funcionários neste ano.

A aposta no crescimento da economia e a expectativa de consolidar os avanços na gestão fazem o empresário ter ainda mais otimismo. “Temos um plano ousado. Nossa meta é crescer 30% de faturamento em 2020 e qualificar ainda mais os nossos indicadores”, afirma Paulo Cavalcanti.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »