Pandemia compromete finanças pessoais e aumenta endividamento familiar

Pandemia compromete finanças pessoais e aumenta endividamento familiar

Publicado em 04/06/2020 por Revista algomais às 6:00
Traçar metas e consumir apenas o essencial é o primeiro passo para gerenciamento financeiro ideal neste momento

Diante da recomendação sobre o recolhimento domiciliar, despesas com bares e compras em lojas físicas do varejo, começam a ficar de fora da rotina, favorecendo o hábito de economizar. No entanto, ainda é preciso prestar atenção quanto ao aumento de gastos com outras demandas. Custos com aplicativos de comida, compras virtuais e o consumo abusivo de energia e água em casa são exemplos de despesas que podem comprometer o orçamento. A imprevisibilidade econômica do momento reforça a necessidade de planejar as finanças para o futuro, evitando também problemas com inadimplência.

O número de famílias endividadas em Pernambuco cresceu neste mês e atingiu a marca de 74% de alta em relação a abril, que registrou 71%, segundo dados da Fecomércio-PE. Essa é a maior taxa para os meses de maio desde 2014, quando o número foi de 78%. Repensar compras online e evitar o cartão de crédito são dicas valiosas. O gerente de Negócios da Sicredi Recife, Fernando de Sousa e Sá, explica que quem não quer renunciar a despesas maiores no futuro, como compra de automóvel ou casa nova, deve começar a traçar metas. “É necessário que o foco seja voltado ao essencial e econômico, mas sabemos que o isolamento social torna a ansiedade de consumo mais intensa. Dicas simples, como evitar a compra de itens de valor elevado no mercado e apagar a luz de um cômodo que não está em uso, ajuda bastante na redução dos custos pessoais”, comenta Fernando.

O gerente de Negócios ressalta que o controle de gastos menores serve para o presente, mas com planejamento financeiro é possível materializar os recursos poupados a um bem maior. Apostar em opções de investimento com retorno certo e seguridade garantida, permite aos poupadores continuarem lucrando mesmo com instabilidade econômica. “Na Sicredi Recife, por exemplo, temos o Sicredinvest que é uma modalidade de depósito a prazo com remuneração pós-fixada e liquidez diária. A maior vantagem dessa opção é que ela recebe normalmente a maior parte do rateio dos resultados da cooperativa”, informa Fernando. Outra opção de reserva, já bastante conhecida pelos brasileiros, é a caderneta de poupança, um investimento simples e indicado para quem está começando, pois é possível começar com uma pequena quantia e o resgate pode ser feito a qualquer momento.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »