Alunos da rede municipal do Recife disputam vaga para o mundial de robótica na França

Alunos da rede municipal do Recife disputam vaga para o mundial de robótica na França

Publicado em 25/10/2019 por Revista algomais às 8:23
Uma delegação de 23 estudantes disputa a Olimpíada Brasileira de Robótica, a Competição Latino Americana de Robótica e participa da Mostra Nacional de Robótica, no Rio Grande do Sul

Uma delegação de 23 estudantes da rede de ensino do Recife está participando do evento Robótica 2019, um dos mais importantes da América Latina nas áreas de robótica e inteligência artificial. Este ano, o evento acontece na cidade de Rio Grande (RS), na UFRG, e os alunos recifenses estão disputando a Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), a Latin American Robotic Competition (Larc) e ainda participam da Mostra Nacional de Robótica (MNR). A competição acontece até sábado (26).

O desafio da Olimpíada Brasileira de Robótica é a categoria Resgate. Durante a disputa, os robôs programados pelos estudantes do nível 1 (11-14 anos) precisam resgatar uma “vítima”, representada por uma bolinha, para a área de salvamento. Essa etapa será disputada pelas equipes DMC Evolution, The Monsters e Poetas Robóticos, das escolas municipais Padre Antônio Henrique, Pedro Augusto e Poeta Jonatas Braga, respectivamente.

Já os alunos do nível 2 (14-19 anos) dão continuidade à competição, suspendendo a “vítima” (representada pela bola) e colocando em uma área segura. Essa etapa está sendo disputada pela equipe Legião Robot, da Unidade de Tecnologia e Cidadania (Utec) Cordeiro. Caso vençam, eles se credenciam para a etapa mundial, que acontece no próximo ano, na França, a chamada Robocup.

A equipe The Hackers Soccer, do Clube de Robótica do Centro de Educação, Tecnologia e Cidadania (Cetec) da Prefeitura do Recife, também está concorrendo a uma vaga para o mundial na categoria Robocup Junior. Os estudantes competem com dois robôs jogadores de futebol, um atacante e um goleiro.

“Neste ano, os alunos já se classificaram para o mundial na Hungria pela competição WRO, que será no próximo mês. Se eles conseguirem credenciamento para o mundial da França, será a quinta experiência de alunos da rede do Recife em mundiais. Esse acúmulo de experiência, tendo como premissa a educação, incentiva esses estudantes a investirem em pesquisa e desenvolvimento na área de robótica, além de participarem de programas de intercâmbio e troca de experiência com colegas do exterior. Nós estamos investindo no futuro deles”, destacou Bernardo D´Almeida, secretário de Educação do Recife.

MOSTRA NACIONAL DE ROBÓTICA – Durante o evento, quatro equipes da rede do Recife também estão participando da Mostra Nacional de Robótica, uma iniciativa que visa estimular e divulgar trabalhos científicos e inovações tecnológicas. “Todos os alunos que fazem parte do Clube da Robótica tem um desempenho acima da média, que cresce ao longo dos anos. O Programa Robótica na Escola da Prefeitura do Recife é uma forma atrativa dos alunos estudarem as interdisciplinas, como matemática e física. Assim, os alunos aumentam o conhecimento no dia-a-dia”, pontuou Danielle Duca, diretora executiva de Tecnologia da Secretaria de Educação do Recife.

Os estudantes da Utec Sítio da Trindade apresentam o projeto Eco Barco, um protótipo automatizado, que tem como proposta ser uma ferramenta para solucionar a poluição dos rios. O projeto Clear Space, feito pelos alunos da Utec Nóbrega, mostra uma base lunar para o reaproveitamento do lixo espacial. Os alunos da Utec Nóbrega faz uma apresentação de como o drone pode ser uma ferramenta no processo de aprendizagem. E os alunos da Escola Municipal Mário Melo homenageiam a cultura pernambucana, por meio do projeto Frevobótica, um robô que dança ao som do frevo.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »