Alunos da Rede Municipal têm aula ambiental durante a Conferência Brasileira de Mudança do Clima

Alunos da Rede Municipal têm aula ambiental durante a Conferência Brasileira de Mudança do Clima

Publicado em 08/11/2019 por Revista algomais às 8:12
O grupo navegou pelos principais rios da cidade, viu o mangue e os animais que precisam desse ecossistema. (Foto: Inaldo Menezes/PCR)

Alunos da Escola Municipal Bola na Rede tiveram, na tarde desta quarta-feira(6), uma aula ambiental a bordo do Barco Escola Águas do Capibaribe. A atividade faz parte da Conferência Brasileira de Mudança do Clima, que acontece de 6 a 8 de novembro, no Recife. A embarcação partiu do Porto do Recife, passando pela Boca da Barra e navegou por entre as Pontes da cidade retornando ao Marco Zero.

No percurso os estudantes passaram pelos mais importantes rios da cidade Beberibe e Capibaribe e viram os animais que vivem na área, garças, peixes, caranguejos e a riqueza do mangue. Foram sensibilizados e provocados a refletirem sobre como as ações do homem como desmatamento e jogar lixo nos rios e mares podem impactar na vida das populações. O desmatamento provoca ilhas de calor nas cidades, desconforto térmico, o lixo, o plástico descartado de forma irresponsável já afeta a vida marinha e o planeta.

Essa foi a primeira viagem do Barco Escola após sua requalificação, informou o secretário de Educação do Recife, Bernardo D’Almeida, que acompanhou o passeio. De acordo com ele, essas atividades são importantes para formar um aluno com visão crítica. “Eles serão, num futuro próximo, responsáveis pelo desenvolvimento da cidade e, conhecendo a realidade poderão proteger o patrimônio ambiental local”.

Ágatha Gabriele, 11 anos, do 5º ano, da Escola Bola na Rede (localizada na Guabiraba) elogiou a aula e disse que não sabia que o Recife já teve uma ponte giratória. “Aprendi sobre história e meio ambiente. Vi peixes, garças e pássaros diferentes, uma riqueza que deve ser preservada”.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »