Avançam as obras da nova Conde da Boa Vista

Avançam as obras da nova Conde da Boa Vista

Publicado em 17/09/2019 por Revista algomais às 10:15
Primeira e segunda etapa já foram concluídas e a terceira está em andamento. Nesse momento está prevista a construção das novas estações do BRT com prazo de conclusão de 180 dias (Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR)

A Prefeitura do Recife anunciou o início antecipado da terceira fase das obras de requalificação da Avenida Conde da Boa Vista. A execução dos serviços avançou de maneira célere, com um adiantamento de dois meses na intervenção. Além disso, nesta fase tem início a construção da primeira parada do BRT, a Estação Hospício.

“Conseguimos entregar esses primeiros trechos com sucesso e com 60 dias de antecedência, em um tipo de obra mais complicada que chamamos de obra viva, ou seja, não precisamos fechar comércios, as pessoas puderam continuar com suas atividades sem interrupções, no uso do transporte público. Para isso pudemos contar com a ajuda dos comerciantes, da CTTU, do Grande Recife Consórcio, para que a obra pudesse andar mais rapidamente nessas fases”, explicou o presidente da Emlurb, Roberto Gusmão.

A Estação Hospício será construída entre as ruas do Hospício e Gervásio Pires. A obra será feita entre as fases 03, já iniciada, e 04, e deverá ser concluída em 180 dias. Dessa forma, duas faixas de rolamento, uma em cada sentido da via, serão utilizadas para a realização do serviço no centro da avenida, sem, contudo, afetar as rotas nem as paradas para os usuários de ônibus. A Estação Soledade será feita entre as fases 5 e 6, também com prazo de 180 dias.

Outra intervenção anunciada foi a implantação de um protótipo dos quiosques que serão utilizados pelos comerciantes ao longo da Avenida Conde da Boa Vista. Inicialmente, apenas 30 equipamentos seriam disponibilizados para atender a 60 pessoas, mas essa quantidade foi ampliada para 50 quiosques que irão beneficiar 100 trabalhadores do comércio informal. “Fizemos um acordo com eles e aumentamos de 30 para 50 pontos, atendendo a 100 ambulantes. Nós temos uma lista com 94 pessoas cadastradas. Deveremos em breve ter uma lista única com 100 pessoas, de acordo com a lista que temos e a que foi elaborada por eles”, disse João Braga, secretário de Mobilidade e Controle Urbano.

O PROJETO – A Prefeitura do Recife propôs um projeto arrojado para a Avenida Conde da Boa Vista, principal corredor de transporte coletivo e circulação de pedestres da cidade. As obras foram iniciadas em março deste ano. Ao todo a intervenção foi dividida em seis fases, separadas em duas frentes de obra. O objetivo é humanizar e priorizar a circulação de pessoas na via. A Conde da Boa Vista tem 1,6 km de extensão e conecta o centro da cidade às zonas Norte e Oeste.

O projeto inclui iluminação em LED – com postes específicos para os pedestres; canteiro central ajardinado e floreiras nas calçadas; 90 árvores estão sendo plantadas; as calçadas terão, ao todo, mais de 2.000m² de ampliação com esquinas alongadas; as paradas de ônibus instaladas nas calçadas são mais modernas e confortáveis. Duas estações de BRT serão construídas no canteiro central.

A nova Conde da Boa Vista está recebendo ainda bicicletários e os quiosques para o comércio informal, desenvolvido em conjunto com os ambulantes. Rampas e pisos acessíveis, além de nova sinalização nas travessias dos pedestres – também com piso elevado; ilhas de travessia; mais lixeiras e nova programação semafórica, com foco também nos pedestres. Os que caminham na via, inclusive, vão ter mais oportunidades de atravessar com segurança. Hoje, eles têm cinco locais voltados para esse fim e, com o projeto, passarão a ter 13.

(Do site da Prefeitura do Recife)

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »