Disponibilidade de transporte público para o aeroporto de Recife está entre os melhores do país

Disponibilidade de transporte público para o aeroporto de Recife está entre os melhores do país

Publicado em 20/10/2017 por Revista algomais às 10:39
Visual Hunt

Com nota 4,30, numa escala de 1 a 5, o Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre (PE) foi um dos mais bem avaliados no item sobre disponibilidade de transporte público para o terminal na Pesquisa de Satisfação dos Passageiros. No índice de satisfação geral dos usuários, o terminal levou nota 4,42, ocupando, assim, a sexta posição no levantamento que avalia os 15 principais aeroportos do país.

Nesta avaliação, as notas de maior destaque para o terminal referem-se aos indicadores de tempo de espera na fila da emigração (4,68), cordialidade dos funcionários do check-in (4,61), qualidade da informação nos painéis das esteiras de restituição de bagagens (4,46) e conforto acústico do aeroporto (4,25).

NOVIDADE – A partir do mês de novembro, os aeroportos de Belém (PA), Maceió (AL), Goiânia (GO), Vitória (ES) e Florianópolis (SC) passam a integrar a pesquisa, que já avalia os 15 principais aeroportos do Brasil, responsáveis por 80% da movimentação dos usuários do transporte aéreo. Com a inclusão dos cinco terminais, a cobertura da movimentação será ampliada para 86%.

“Hoje, o nosso relatório mostra que temos 14 dos 15 aeroportos sendo bem avaliados pelos passageiros. Agora, queremos ampliar esse escopo e ver como anda os demais terminais brasileiros em relação à gestão e a entrega dos serviços aos usuários do transporte aéreo. Precisamos identificar os problemas e atuar nas melhorias”, pontuou o secretário Nacional de Aviação Civil, Dario Lopes.

RESULTADO DO TRIMESTRE – No terceiro trimestre de 2017, 92% dos passageiros avaliaram os aeroportos como “bons” (4) ou “muito bons” (5). O resultado é o mesmo obtido no trimestre anterior, mas 3,3% maior do que aquele obtido no mesmo período de 2016. Ao todo, entre julho e setembro, foram entrevistadas 13.649 pessoas, sendo 8.743 passageiros de voos domésticos e 4.906 de voos internacionais. Já a média do índice de satisfação geral foi de 4,38.

No ranking geral, o Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), foi novamente o mais bem avaliado pelos passageiros (4,78); tendo também o segundo maior crescimento (8,9%) em relação ao mesmo período de 2016. Em seguida, ficou o terminal Afonso Pena, em Curitiba (PR), com 4,74, e depois Natal (4,53). O único terminal que ficou abaixo da meta estipulada pela Conaero (Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias), que é nota 4, foi o Aeroporto Internacional Luís Eduardo Magalhães, em Salvador (BA), com 3,95. Apesar da nota, o terminal baiano apresentou melhoria de 2,1% na comparação com o mesmo período de 2016.

A maior evolução registrada no trimestre foi novamente do Aeroporto Internacional Marechal Rondon, em Cuiabá (MT), com 18,9%, em relação ao mesmo período do ano anterior. Já os terminais de Recife (PE) e Porto Alegre (RS) registraram queda de 1,8% e 0,2%, respectivamente.

No caso das companhias aéreas, a Latam teve o melhor resultado do trimestre no quesito “tempo médio de restituição da primeira bagagem”, com 9min e 33seg. A GOL, por sua vez, ficou com o melhor tempo na “restituição da última bagagem”, 8min e 03seg. A Azul teve os melhores indicadores em “tempo médio de espera na fila para embarque doméstico” (10min 01seg) e “espera na fila de check-in balcão” (7min e 28 seg).

PESQUISA – Desde que passou a ser realizada, em janeiro de 2013, a pesquisa de satisfação já ouviu mais de 290 mil pessoas nos 15 principais aeroportos, que estão divididos em três categorias baseadas no número de passageiros processados por ano. Na categoria de até 5 milhões de passageiros estão os terminais de Natal (RN), Manaus (AM) e Cuiabá (MT). Entre 5 e 15 milhões estão: Fortaleza (CE), Recife (PE), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Salvador (BA), Santos Dumont (RJ), Campinas (SP) e Confins (MG). Acima de 15 milhões de passageiros estão Galeão (RJ), Congonhas (SP), Brasília (DF) e Guarulhos (SP).

Trimestralmente, a Secretaria Nacional de Aviação Civil do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil divulga o resultado da avaliação desses aeroportos em relação à satisfação dos passageiros com base em 37 quesitos de infraestrutura, atendimento, serviços, itens de gestão, além da satisfação geral, com notas entre 1 e 5, sendo 1 “muito ruim” e 5 “muito bom”.

Os passageiros são ouvidos diariamente por pesquisadores da Praxian – Business & Marketing. O nível de confiança do levantamento é de 95%, com margem de erro de 5%.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »