Oscar 2019: confira nossas apostas para o maior prêmio do cinema

Oscar 2019: confira nossas apostas para o maior prêmio do cinema

Publicado em 21/02/2019 por Wanderley Andrade às 12:22

Noite do Oscar chegando e, claro, a Revista Algomais não poderia ficar de fora. Convocamos mais uma vez os jornalistas e críticos de cinema Houldine Nascimento e Wanderley Andrade para falar sobre a premiação e apresentar suas apostas. 

Por Houldine Nascimento e Wanderley Andrade

Há quem diga que a lista de indicados em 2019 é a mais fraca dos últimos anos. Fraca ou não, esta edição trouxe algumas (e bem-vindas) surpresas: é a primeira vez que um serviço de streaming tem um de seus filmes indicado ao prêmio principal. “Roma”, da Netflix, recebeu ao todo dez indicações, entre elas a de melhor filme. Ainda sobre “Roma”: esta também é a primeira vez que uma mulher indígena é indicada ao prêmio de melhor atriz. A mexicana Yalitza Aparicio está na disputa ao lado de grandes nomes do cinema como Glenn Close (“A Esposa”), Olivia Colman (“A Favorita”) e da cantora pop Lady Gaga (“Nasce uma Estrela”).

Apesar de ser uma festa feita essencialmente para celebrar a indústria cinematográfica estadunidense, é positivo que o Oscar demonstre estar mais aberto ao cinema mundial. Exemplo disso é a indicação do diretor polonês Pawel Pawlikowski, do igualmente polonês “Guerra Fria”. Outra boa surpresa é a presença da superprodução “Pantera Negra” entre os nomeados a melhor filme. Com isso, o longa da Marvel é o primeiro sobre super-herói a disputar a principal estatueta.

 

“Roma”, de Alfonso Cuarón, é um dos favoritos ao prêmio de melhor filme. Caso aconteça, será a primeira produção de um serviço de streaming a ganhar nessa categoria.

 

Contudo, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Los Angeles segue tropeçando na tentativa desesperada de alavancar a audiência do Oscar, a qual vem despencando a cada ano. A começar pela ausência de um apresentador ou apresentadora, o que não ocorria há 30 anos. A escolha inicial tinha sido a de Kevin Hart, mas após comentários homofóbicos dele virem à tona, o ator desistiu. A decisão recente de rifar quatro categorias da transmissão televisiva também pegou muito mal, a ponto de, dias depois, a Academia desistir. O objetivo era o de diminuir a duração da cerimônia para três horas.

Caso essa medida fosse adiante, a entrega dos prêmios de fotografia, montagem, curta de ficção e maquiagem e penteado seria feita nos intervalos comerciais, revelando profunda desvalorização destas categorias. Antes disso, a Academia chegou a anunciar a criação de um prêmio voltado a “filmes populares”, mas recuou após fortes críticas.

Ainda que, historicamente, nem sempre isso aconteça, que vençam os melhores!

Abaixo, confira nossas apostas:

Houldine

Melhor Filme: Roma

Melhor Diretor: Alfonso Cuarón (Roma)

Melhor Ator: Rami Malek (Bohemian Rhapsody)

Melhor Atriz: Glenn Close (A Esposa)

Melhor Ator Coadjuvante: Mahershala Ali (Green Book: O Guia)

Melhor Atriz Coadjuvante: Regina King (Se a Rua Beale Falasse)

Melhor Roteiro Original: A Favorita

Melhor Roteiro Adaptado: Infiltrado na Klan

Melhor Filme em Língua Estrangeira: Roma

Melhor Animação: Homem-Aranha no Aranhaverso

Melhor Trilha Sonora: Pantera Negra

Melhor Canção: “Shallow”, de Nasce uma Estrela

Melhor Fotografia: Guerra Fria

 

Wanderley

Melhor Filme: Roma

Melhor Diretor: Alfonso Cuarón (Roma)

Melhor Ator: Rami Malek (Bohemian Rhapsody)

Melhor Atriz: Glenn Close (A Esposa)

Melhor Ator Coadjuvante: Mahershala Ali (Green Book: O Guia)

Melhor Atriz Coadjuvante: Rachel Weisz (A Favorita)

Melhor Roteiro Original: A Favorita

Melhor Roteiro Adaptado: Infiltrado na Klan

Melhor Filme em Língua Estrangeira: Guerra Fria

Melhor Animação: Homem-Aranha No Aranhaverso

Melhor Trilha Sonora: Infiltrado na Klan

Melhor Canção: “Shallow”, de Nasce uma Estrela

Melhor Fotografia: Roma

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »