Padaria de Caruaru se diferencia no pão de cada dia

Padaria de Caruaru se diferencia no pão de cada dia

Publicado em 23/01/2018 por Revista algomais às 13:20
Foto: Tom Cabral

Ao unir sabor e saúde, com umas colheradas de inovação e gestão, a Pães & Delícias se firmou como uma das mais bem-sucedidas delicatessens do Estado. Em operação no Centro de Caruaru, há 25 anos, a empresa mantém a receita de sucesso que tem garantido um crescimento anual entre 5% e 7%. A sintonia com a clientela e com os mais de 70 funcionários dão um tempero bem familiar à rotina do estabelecimento, que nasceu como uma padaria, mas apostou fortemente em produtos fit, e hoje é também restaurante e confeitaria.

Por dia são mais de duas mil pessoas que circulam no estabelecimento. “A cada 10 que entram na Pães & Delícias, três são de fora de Caruaru. São clientes de mais de 20 cidades circunvizinhas”, afirma Eli James, dono da empresa, que tem a panificação no DNA. Sua família era proprietária de uma padaria no município de Bonito. A administração da empresa familiar é dividida com a nulher Rildete Laureano e com o filho Jonathas.

Com o bom movimento de clientes e a experiência na gestão da empresa, a família conseguiu nos últimos anos decifrar as tendências de consumo do público que gira pela cidade. A partir desse conhecimento, criou-se uma linha vasta de artigos fit, integrais, sem glúten e voltados para pessoas com restrições alimentares. “Percebemos que estava em alta a procura por produtos saudáveis. Oferecemos alimentos livres de corantes e conservantes. Nossos pães são fabricados num processo de longa fermentação, que dá um sabor diferenciado, com índice glicêmico menor e proporciona melhor digestão. Além de terem muito sabor”, explica Eli James. O pão francês, por exemplo, fica 18 horas em fermentação e o panetone passa 36 horas fermentando.

Mais de tipos de 300 produtos saem das cozinhas da Pães & Delícias diariamente. Foto: Tom Cabral/Algomais

Outra característica, conectada com o paladar regional, são os produtos juninos. Como os festejos de São João são uma das marcas da cidade, os pratos típicos desse período são oferecidos durante o ano todo pela Pães & Delícias, como o famoso bolo pé-de-moleque.

Também fez parte da estratégia ofertar um sofisticado self-service para o café da manhã, almoço e jantar. A iniciativa garantiu robustez à empresa na última década, quando a alimentação fora do lar cresceu muito em todo o País. “Hoje, das 7h às 21h, a casa oferece refeições. Esse é um dos nossos diferenciais”. O restaurante serve cerca de três mil quilos de alimentos por mês. No almoço, o perfil da clientela prevalece o de advogados, executivos e empresários, enquanto que no café da manhã e da noite o público habitual é de moradores do Centro.

Ainda de olho nas mudanças do consumo da cidade, que possui dois grandes shoppings, a marca está presente em ambos com unidades franqueadas. Uma delas funciona como pizzaria e a outra no serviço de lanches e refeições prontas.

Para atender a demanda de tantos clientes, a empresa produz nada menos que seis mil pães por dia. Volume que exige uma produtividade industrial por trás do balcão de atendimento. Toda produção é dividida para evitar quaisquer riscos de contaminação. Equipamentos de alta tecnologia e uma equipe treinada produzem os mais de 300 itens que saem das cozinhas da Pães & Delícias, entre bolos, pizzas, doces e salgados. Eli James lembra que no começo eram apenas oito funcionários e 60 produtos.

Dentro do planejamento do futuro da empresa familiar destaca-se a qualificação de Jonathas Laureano. Ele atua na produção da Pães & Delícias. Após uma experiência inicial na gestão de uma das unidades no shopping, o jovem teve formação no Recife, no Núcleo de Hotelaria e Turismo do Senac, seguindo posteriormente para Buenos Aires, onde se qualificou como masterchef na Mausi Sebess Escuela de Cocina. Entre as contribuições de Jonathas à rotina da cozinha está a preparação da empresa para a adoção do processo de longa fermentação, que elevou o patamar de qualidade de produção da panificação.

Rildete Laureano explica que a capacitação dos funcionários é outro investimento constante da empresa, que recicla a equipe em cursos em instituições como Senai, Senac e Sebrae. “Todas as pessoas que passam a trabalhar conosco são capacitadas em qualidade no atendimento, manipulação de alimentos, higiene. Todo colaborador precisa ser consciente do seu papel na casa”, afirma. Vários empregados trabalham há muitos anos na empresa. A sinergia da equipe e a atenção no atendimento aos clientes é uma das marcas impressas pelos fundadores. Um dos motivos de orgulho mencionado por Eli James foi não ter demitido nenhum colaborador no meio da crise econômica.

Nessa receita de sucesso, que valoriza a fabricação, o atendimento e a gestão, a empresa caruaruense foi reconhecida como uma das 100 melhores padarias do País, pelo Prêmio Baker Top nos últimos dois anos. E para 2018 a direção aposta em um ano ainda melhor.

*Por Rafael Dantas, repórter da Algomais (rafael@algomais.com)

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »