Workshop Algomais Educação 2018 discutiu a Formação do Professor

Workshop Algomais Educação 2018 discutiu a Formação do Professor

Publicado em 14/09/2018 por Revista algomais às 15:54
Foto: Tom Cabral

Os desafios da educação brasileira voltarão a ser destaque na edição de outubro da Revista Algomais. Para isso, realizamos hoje (13) um workshop com o tema “Formação do Professor”. O evento contou com palestras de Ana Selva, professora da UFPE e secretária executiva de desenvolvimento da educação do Governo do Estado, e de Patrícia Smith, Ph.D. em Educação pela University Of Newcastle Upon Tyne e professora da UFPE. A mediação foi do professor Armando Vasconcelos, membro do conselho editorial da Revista Algomais.

Ana Selva, professora da  UFPE e secretária executiva de desenvolvimento da educação do Governo do Estado. Foto: Tom Cabral

O currículo, a formação e valorização dos professores foram alguns dos temas centrais da palestra da secretária Ana Selva. “Três pontos básicos são fundamentais para a melhoria da educação dos vários países que têm bons resultados educacionais. A questão da definição do currículo é um desses pilares. Precisamos garantir que todos os estudantes brasileiros tenham condições de ter as mesmas oportunidades. Outra questão é a formação e valorização dos professores. Não existe lugar que a educação tenha dado bons resultados quando o professor não é bem visto ou não tem o suporte adequado”, afirmou a especialista.

Numa breve sondagem com os alunos presentes, nenhum estava se preparando para uma carreira de docência. “Essa é uma realidade que temos no Brasil pela desvalorização da profissão”, afirmou Selva, apontando que os Países que avançaram no setor, reconheceram o papel do professor, melhorando inclusive a remuneração. Ela concluiu sua apresentação fazendo um balando das ações do Governo do Estado, principalmente no esforço de promover a formação continuada do seu corpo docente e de contribuir para qualificação dos professores das redes municipais de ensino.

O papel do aluno e do professor no processo de educação estiveram entre os temas centrais da palestra da professora Patrícia Smith. O docente enquanto “curador” dos diversos conteúdos que estão a disposição dos alunos da atualidade é uma das novidades e desafios para a formação desses profissionais. Para os alunos, ela destacou a necessidade da escola observá-los também como protagonistas dentro do espaço de aprendizagem. “Falta motivação e engajamento dos alunos. Essa é a primeira demanda da escola e dos professores. A aula se tornou desinteressante para os alunos nos últimos anos. É preciso reconectar esses alunos à escola”, avalia.

“Esses alunos são na sua vida fora da escola muito sociáveis, são protagonistas e alguns até são líderes. Quando chegam na escola não conseguem mais decidir nada e fazer nada. Todos dizem o que eles devem fazer”, afirma Smith, ao criticar o modelo de ensino tradicional. O uso de metodologias ativas de ensino – métodos de ensino em que prioritariamente o aluno faz coisas – e de novos artefatos e ferramentas tecnológicas são algumas das demandas de alunos e professores para uma melhor dinâmica de aprendizagem.

Após as palestras os alunos e professores das escolas participantes debateram esse cenário da formação do professor e das dinâmicas de aula. Na próxima edição da Revista Algomais você poderá conferir uma análise dos principais pontos desse debate.

O evento contou com a participação de professores e alunos de 10 colégios da rede privada e pública do Recife e de Olinda (Colégio Fazer Crescer, Erem Padre Francisco Carneiro, Colégio Dourado, Escola Municipal Vila Sésamo, Colégio Apoio, Colégio São Bento, Colégio Equipe, Colégio Marista São Luis, Colégio Madre de Deus e Colégio Boa Viagem).

*Por Rafael Dantas, repórter da Revista Algomais (rafael@algomais.com)

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »