Cidades Algomais FPS discute os impactos da tecnologia na saúde e medicina

Cidades Algomais FPS discute os impactos da tecnologia na saúde e medicina

Publicado em 14/06/2018 por Revista algomais às 18:03
Miguel Aguiar Neto, chefe de saúde da IBM e IBM Watson Health, foi um dos palestrantes do evento. Foto: Tom Cabral

Novos softwares, inovações terapêuticas e no diagnóstico, mapeamento genético… há uma infinidade de novidades brotando na medicina com grande impacto na saúde. Por outro lado, o uso da tecnologia tem trazido também influências nem sempre positivas no comportamento humano, que já são motivo de preocupação científica. Esses e outros assuntos foram tratados no evento Cidades Algomais FPS, que aconteceu ontem (13) no Teatro RioMar. Promovido pela Faculdade Pernambucana de Saúde, Algomais, pela MOVA – Marketing de Experiência e pela rádio CBN Recife, o evento faz parte do projeto Cidades Algomais, que tem como objetivo discutir e compartilhar exemplos positivos e experiências transformadoras nos centros urbanos.

Pediatra e diretor de ensino do IMIP, João Guilherme realizou a primeira palestra da noite. Foto: Tom Cabral

As mudanças na saúde humana ao longo da história e, em especial, a preocupação com o sedentarismo infantil na atualidade, foram a ênfase da primeira palestra da noite, realizada pelo pediatra e diretor de ensino do IMIP, João Guilherme. O geneticista do Hospital Sírio Libanês, de São Paulo, Diogo Soares, foi o segundo convidado da noite. Ele abordou sobre algumas das novas tendências da medicina, ressaltando principalmente o tratamento personalizado para os pacientes.

 Diogo Soares, geneticista do Hospital Sírio Libanês, de São Paulo, tratou sobre as tendências da medicina, como o tratamento personalizado. Foto: Tom Cabral

A plataforma Watson e as possibilidades que os avanços tecnológicos para o tratamento médico – alguns bastante futuristas inclusive – foram apresentados pelo chefe de saúde da IBM e IBM Watson Health, Miguel Aguiar Neto. Para encerrar a programação, o evento contou com uma painel com três startups que atuam no segmento de saúde, sendo mediado pelo coordenador acadêmico da FPS e presidente do IMIP, Gilliatt Falbo.

Foram os destaques dessa mesa a Neurobots (que estimula a reabilitação neurológica de pacientes que tiveram AVC através de técnicas que exercitam o cérebro), a Pickcells (que desenvolveu uma plataforma que permite o diagnóstico automatizado, mais rápido e preciso de doenças infecciosas) e a NeuroUP (que criou uma plataforma de biofeedback no tratamento de DTM e dor de cabeça crônica). As empresas foram representadas respectivamente por Júlio Dantas, Paulo Melo e Ubirakitan Maciel.

Julio Dantas, Gilliatt Falbo, Ubirakitan Maciel e Paulo Melo na mesa sobre startups. Foto: Tom Cabral

“Esse evento faz parte de uma estratégia já traçada há bastante tempo do IMIP e da FPS de inovação”, afirmou Carlos Figueira, diretor acadêmico a FPS. Na abertura do CAM FPS ele anunciou três novos centros ancorados pela FPS: um de inovação, um de simulação e outro de eventos.

 

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »