Crítica literária: Dançar para as estrelas

Crítica literária: Dançar para as estrelas

Publicado em 20/02/2020 por Revista algomais às 5:00

*Paulo Caldas

Acreditar no sonho é a lição que Priscila Pontes deixa para seu público ao narrar A Pequena Bailarina (Editora Prazer de Ler, 2019, ilustrações de Jacque Lima), lançado na edição 2019 da Bienal Internacional do Livro de Pernambuco.

A personagem construída por Priscila e desenhada por Jacque é Marina, cujo o sonho vai além do imaginário das crianças ditas normais e se enraíza com firmeza numa portadora de Síndrome de Down.

Não obstante as limitações, a protagonista se mostra capaz de ser bailarina e tantas outras coisas que imaginasse, bem como vencer os desafios nascidos da invenção de Priscila. O texto contempla outro exemplo sadio: a convivência no universo das diferenças, onde não importa o que é ser ou não ser normal.

No todo, mensagem e ilustrações, o livro constitui excelente instrumento para a literatura paradidática, a conhecida prática da leitura em sala de aula. O exemplar pode ser adquirido direto com a autora, pelo 98725.3268.

*Paulo Caldas é escritor

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »