Direito à alimentação saudável será tema do II Seminário de Alimentação Escolar de Garanhuns

Direito à alimentação saudável será tema do II Seminário de Alimentação Escolar de Garanhuns

Publicado em 19/10/2019 por Revista algomais às 6:05
Evento será realizado na próxima terça-feira (22), a partir das 8h, no auditório da Aesga

O II Seminário de Alimentação Escolar irá discutir, na próxima terça-feira (22), o tema ‘Alimentação saudável na escola: um direito humano’. O evento, realizado pelo Conselho de Alimentação Escolar (CAE), com o apoio da Secretaria de Educação (Seduc), irá reunir conselheiros de educação, gestores de instituições municipais de ensino, merendeiros,
representantes de cooperativas de agricultura familiar, estudantes universitários e da Rede Municipal de Garanhuns. O seminário será realizado no auditório da Autarquia do Ensino Superior de Garanhuns (Aesga), a partir das 9h.

O encontro será iniciado com a palestra “Conhecendo o Conselho de Alimentação Escolar: importância e composição”, ministrada pela conselheira Erivânia Ferreira. A palestra “O Controle Social na gestão do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae): experiências do Cae”, também será abordada durante a manhã. Os nutricionistas da Secretaria
de Educação, Graziele Édila e Élisson Ruan Almeida, irão promover um momento de conversa sobre a “Importância das políticas de alimentação específica para as comunidades quilombolas, a educação infantil e educação de jovens e adultos”.

Na parte da tarde, à partir das 13h, serão realizadas as palestras “Conhecendo o Conselho de Alimentação Escolar: importância e composição”, “Direitos Humanos, direito à alimentação adequada” e “Agricultura familiar: da roça à escola”. O evento será encerrado com a palestra “O papel do nutricionista: ampliando conceitos de nutrição de qualidade”, ministrada pela nutricionista Thaís Cordeiro Teles.

CAE — O Conselho de Alimentação Escolar é um instrumento de controle social e tem como objetivo acompanhar a aplicação dos recursos federais transferidos à conta do Pnae; zelar pela qualidade dos produtos, em todos os níveis, desde o processo de licitação até a distribuição aos educandos, observando sempre as boas práticas higiênicas e sanitárias; receber e analisar as prestações de contas do Pnae, na forma desta lei, e remeter ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE, com parecer conclusivo, as prestações de contas
dos recursos recebidos à conta do Pnae. Em Garanhuns, o conselho vem atuando em maior intensidade desde 2017 e sua sede está localizada na Casa dos Conselhos, na rua Ernesto Dourado, 890, Heliópolis.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »