Pacha Mamma: um irresistível sabor natural

Pacha Mamma: um irresistível sabor natural

Publicado em 21/09/2018 por Revista algomais às 16:27

O ambiente aconchegante e os cafés especiais são alguns dos atrativos da Pacha Mama. Mas são seus pães artesanais que ganharam o paladar dos consumidores da Zona Norte que já conheceram a casa. Feitos com um processo de fermentação natural e com ingredientes em sua maioria orgânicos, os produtos apresentam um sabor diferenciado do das padarias convencionais.

Diariamente saem da linha de produção da casa baguettes, focaccia, chiabatta de nozes, pães italianos, entre muitos outros. São 32 variedades de pães no cardápio. Um dos destaques da casa são os brioches, com massa tão fina que parecem pão de ló. Os clientes sabem as horas das fornadas pelas redes sociais, o que faz com que vários desses produtos demorem pouco tempo em exposição nas prateleiras.

Muito além de uma padaria, a Pacha Mama (que prefere ser conhecida como uma casa de pães e cafés) tem um cardápio com algumas opções de lanches, como sanduíches, bruschettas, croissants, cartolas, entre outos produtos que são feitos na própria casa. Doces refinados e bolos especiais também fazem parte dos quitutes oferecidos à clientela.

Um dos segredos do sabor dos pães é o fato de serem produzidos em um processo de longa fermentação. “Eles descansam de um dia para o outro, garantindo um diferencial no sabor. Respeitamos o tempo correto. E isso torna o pão muito mais digestivo, reduz o índice glicêmico e ele fica mais saudável. Além disso trabalhamos com farinhas integrais e sementes, que deixam o produto bastante nutritivo”, explica o empreendedor Pedro Stor, que dirige a casa ao lado da sócia Thais Stor.

Foi, inclusive, a procura de produtos saudáveis que levou Pedro, que é advogado e que não comia pães, a empreender na área. Sempre que possível, a casa dá prioridade a produtos orgânicos e de pequenos produtores. “Valorizamos esse fato de conhecer a origem dos alimentos. Buscar produtos orgânicos e regionais são algumas das nossas metas”, afirma.

“Nossos pães são feitos com muito cuidado, utilizando a matéria-prima que a mãe terra nos oferece”, explica Thaís. Daí, a origem do nome da casa: Pacha Mama, significa mãe terra na cultura andina.
Apesar do estabelecimento ter sido aberto há pouco tempo, há uma marca de criatividade na sua cozinha. Quem decidir frequentar o espaço, vai se deparar vez ou outra com produtos novos. “Brincamos muito com a criatividade. Criamos alguns pães com amêndoas, introduzimos novos ingredientes. Gostamos de experimentar”, afirma Thais.

Thais e Pedro são sócios da Pacha Mama

Ousada, a casa decidiu não oferecer o tradicional pão francês no início da sua operação. “Muitos chegam procurando o francês. Mas decidimos não trabalhar com ele agora para dar chance das pessoas provarem outros tipos. Há tantas variedades, muito mais gostosas até, que são menos comuns aqui no Recife. É uma chance de levar o público a experimentá-las”, explica Pedro.

Outra proposta do espaço é a comercialização de produtos como manteigas, geleias e queijos dentro de um perfil gourmet e, sempre que possível, orgânico. “Nossa ideia é que o cliente que deseja fazer uma reunião social em casa e chamar amigos, possa encontrar aqui o pão especial, mas também os queijos e outros produtos para harmonizar”, diz Pedro.

Em breve pizzas, vinhos e cervejas artesanais entrarão na oferta dos produtos da casa. Outra novidade que está no radar da Pacha Mama é a realização de pequenos eventos. “Queremos oferecer ações como a quinta-feira da pizza, minifeira de trocas de livros, ações em parcerias de harmonização dos pães com vinhos ou cervejas. Eventos para novos clientes para movimentar a casa e conhecer nossos produtos”, planeja Thais.

Serviço
A Pacha Mama fica localizada na Rua Santo Elias, 261, no Espinheiro. O estabelecimento abre de terça a sábado, das 11h, às 20h. E no domingo de 9h às 13h.

 

*Por Rafael Dantas, repórter da Revista Algomais (rafael@algomais.com)

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »