Prefeitura do Recife lança novo manual com roteiros turísticos alternativos a pé

Prefeitura do Recife lança novo manual com roteiros turísticos alternativos a pé

Publicado em 19/06/2017 por Revista algomais às 9:28
Visual Hunt

A Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer (Seturel), lançou um novo material com roteiros diferentes e alternativos para tornar ainda mais atrativa a visita de turistas e visitantes na cidade. O “Manual para os Guias de Turismo: Roteiros Alternativos a Pé”, teve como base os passeios já realizados do Olha!Recife, programa de sensibilização turística da PCR. O material foi lançado na segunda edição do Ciclo de Atualizações dos Guias de Turismo do Recife, no Forte das Cinco Pontas.

“Esta é uma oportunidade de atualização para esses profissionais que estão na ponta do atendimento ao turista. A parceria entre os guias e o poder público, que implementa as políticas públicas para o turismo, é fundamental para tornar o Recife ainda mais atrativo. Os roteiros sugeridos no manual podem mostrar o quão é interessante é a nossa cidade”, discorreu a secretária de Turismo, Esportes e Lazer, Ana Paula Vilaça.

O manual para os guias será distribuído a todos os profissionais cadastrados no Sindicato dos Guias de Turismo de Pernambuco, além de estar disponível no site da Prefeitura do Recife (www.recife.pe.gov.br). Roteiros como Recife Afro, Templos do Recife e o bairro de Casa Amarela estão entre os temas sugeridos no material. O documento foi inteiramente produzido pela Seturel e traz sugestões pouco presentes nos circuitos comercializados na cidade, ampliando o leque de opções e histórias que podem ser ofertadas aos visitantes.

Ficou a cargo da Diretora de Preservação do Patrimônio Cultural da Secretaria de Planejamento Urbano do Recife a exposição do tema “Do centro aos arrabaldes: uma história da expansão urbana da cidade do Recife”. Foram duas mesas redondas, pela manhã sobre a história das áreas centrais do Recife e, à tarde, sobre a história do desenvolvimento dos bairros recifenses.

“Refletimos sobre a história da cidade que hoje é tão presente, pensando não só nas edificações como também nas práticas culturais do sujeito que habita esse território. Esta foi uma ação de sensibilização do olhar para q esse Recife, que se transforma a cada dia que passa”, expôs Dirceu Marroquim, Gerente de Projetos do Patrimônio Cultural da DPPC/SEPLAN.

(PCR)

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »