GAC-PE lança a campanha Foto que Cuida

GAC-PE lança a campanha Foto que Cuida

Publicado em 21/09/2019 por Revista algomais às 11:01
Cuidado e informação são os maiores aliados do diagnóstico precoce do tumor ocular maligno, frequente em crianças com até 4 anos de idade

O Grupo de Ajuda à Criança Carente com Câncer Pernambuco (GAC-PE) lança, no dia 18 de setembro, a campanha Foto Que Cuida, iniciativa que tem o objetivo de alertar os pais sobre a importância do diagnóstico precoce do retinoblastoma, tipo de câncer comum em crianças nos primeiros anos de vida.

Dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA) revelam que 90% dos casos ocorrem em crianças com até 4 anos de idade. No Brasil são cerca de 400 novos casos por ano, 40% dos casos são hereditários, 90% dos pacientes têm chance de cura quando é feito o diagnóstico precoce e 50% das ocorrências ainda são detectadas tardiamente.

Os primeiros sinais da retinoblastoma são muito sutis e podem ser facilmente confundidos com os de outras doenças. Um sinal característico do retinoblastoma é a leucocoria (também conhecida como olho de gato), um reflexo branco que surge quando o flash de uma câmera ou outro feixe de luz artificial incide através da pupila. Nos olhos saudáveis, esse reflexo é sempre vermelho.

“Por isso que uma das formas de descobrir se a criança tem a doença é através da observação de fotografias. Se após a exposição da criança ao flash de uma câmera fotográfica, aparecer uma mancha branca nos olhos, em vez do reflexo vermelho, recomenda-se levá-la imediatamente ao oftalmologista”, ensina a oncologista pediátrica e presidente do GAC-PE, Vera Morais. Outros sintomas são protusão no globo ocular, estrabismo (ou olhar vesgo), problemas na visão, dor nos olhos, vermelhidão na parte branca do olho e cor diferente em uma da íris.

Durante a campanha, o GAC-PE vai disponibilizar um número de whatsapp (81) 99946.0778, para que as pessoas enviem fotos dos olhos das crianças (utilizando o flash), para apreciação e identificação de casos suspeitos de retinoblastoma. As fotos poderão ser enviadas até o dia 27 de setembro. No dia 28 de setembro (sábado), será realizado um mutirão no setor de Oftalmologia do Hospital das Clínicas de Pernambuco, para exames detalhados de todos os casos de suspeição da doença.

De acordo com a presidente do GAC-PE, se não for tratado rapidamente, o retinoblastoma leva à perda da visão e depois da vida do paciente. “Descobrir rápido a doença é fundamental para o sucesso do tratamento. Por isso, é importante os pais fazerem o teste do olhinho (Teste do Reflexo Vermelho) nos bebês ainda na maternidade ou nos exames de rotina realizados pelo pediatra. Além disso, é preciso também ficar atento se há algum histórico de câncer na família. Fora isso, qualquer alteração no olhar deve acender o sinal de alerta”, informa ela.

Vera Morais afirma ainda que apesar de deixar sequelas irreparáveis, quando diagnosticado tardiamente, o retinoblastoma é um tipo de câncer bastante curável. “Os índices podem chegar a 90% quando descobertos precocemente, e em muitos dos casos, evita-se a perda de um ou dos dois olhos”, diz.

Desde 2012, 18 de setembro se tornou o Dia Nacional de Conscientização e Incentivo ao Diagnóstico Precoce do Retinoblastoma. Instituída pela Lei Nº 12.637, a data foi criada para alertar sobre a importância do diagnóstico precoce da doença, com o objetivo de aumentar as chances de cura dos portadores. Quando a avaliação é feita tardiamente e a doença já está avançada, as sequelas são irreparáveis, levando na maioria dos casos à perda dos olhos.

Programação da campanha Foto que Cuida

18/09 – Comemoração do Dia Nacional e Incentivo ao Diagnóstico Precoce do Retinoblastoma

18/09 – Envio de fotos com o flash para número de Whatsapp (81) 99946.0778 para apreciação e identificação de casos suspeitos de retinoblastoma

27/09 – Término de envio das fotos

28/09 – Realização de mutirão no Hospital das Clínicas de Pernambuco (HC), com todos os casos de suspeição para exames aprofundados

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »