PCR apresenta Projeto de Modernização do Bairro do Recife

PCR apresenta Projeto de Modernização do Bairro do Recife

Publicado em 24/10/2019 por Revista algomais às 15:08
Projeto vai promover uma série de requalificações na área histórica da cidade, como o embutimento de cabos, alargamento de calçadas e pedestrianização de vias

O Bairro do Recife carrega, em si, um emaranhado de complexidades: é ao mesmo tempo porta do futuro e da inovação regional, via Porto Digital, e o centro histórico da nossa cidade. É o endereço de uma série de equipamentos culturais e nos últimos anos descobriu sua vocação para o lazer, mas também enfrenta uma série de problemas estruturais como edificações em estado de abandono. Cartão postal e referência afetiva de uma cidade que carrega em seu nome, o bairro vai passar por uma série de transformações que tem, como principal objetivo, tornar o espaço urbano um ambiente mais inclusivo, tomando a escala humana e o pedestre, o caminhar pelas ruas, como principal referência.

A série de intervenções, apresentadas na tarde de ontem (23) pelo Secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Recife, Guila Calheiros, em evento com a participação de empresários, moradores, trabalhadores e outros usuários do bairro, serão puxadas por três ações principais: as obras de conversão da rede elétrica e de telecomunicações e modernização da iluminação pública, que preveem a requalificação de calçadas e ruas e implementação de malha cicloviária; o processo de arrecadação de imóveis urbanos em estado de abandono; e a implementação do conceito de Living Labs em toda a extensão do Bairro do Recife.

Obras de embutimento dos fios e cabos de telecomunicação

A principal ação de modernização do Bairro do Recife tem como objetivo o embutimento de fios e cabos de telecomunicação e uma série de transformações no espaço urbano, como o alargamento de 25% da área de calçadas, proposta de implementação de quatro quilômetros de malha cicloviária e a pedestrianização de algumas vias, como a Rua da Moeda, que desde o Festival REC’n’Play, realizado no início de outubro, está livre da circulação e estacionamento de carros, e a Rua do Bom Jesus, a próxima a passar pelo processo de pedestrianização.

Até o momento já foram investidos cerca de R$ 730 mil dos R$ 1.747.975,01 do Fundo de Revitalização do Bairro do Recife na elaboração do projeto executivo de engenharia. A previsão é de que o projeto executivo seja finalizado em dezembro de 2019. O prazo de execução da obra é de 24 meses e o valor estimado global é de R$ 55,7 milhões. A fonte de recursos é o Fundo de Compensação da Companhia Energética de Pernambuco, a Celpe.

Arrecadação de imóveis

O processo de arrecadação de imóveis urbanos em estado de abandono foi iniciado em julho de 2017, com a publicação da Lei Federal nº 13.465/2017, que trata da regulação fundiária. Em dezembro do mesmo ano foi realizado um mapeamento que identificou 30 imóveis em estado de abandono.

Em agosto de 2018, o decreto Nº 31.671/2018 estabeleceu os procedimentos administrativos destinados à arrecadação dos imóveis. Do mapeamento inicial, foram identificados 13 imóveis que se enquadram nos critérios estabelecidos. Desses, nove proprietários já foram notificados e um edital de notificação para os proprietários de quatro dos imóveis está em curso.

Living Labs

A proposta é desenvolver uma plataforma de suporte às empresas do Porto Digital, pesquisadores e empreendedores, que facilite a utilização do Bairro do Recife como um espaço de testes de tecnologias urbanas nas quais o usuário participa em condições reais, utilizando as inovações por meio de linguagens como a Internet das Coisas (IoT), série de sensores que dialogam entre si e geram dados de forma imediata.

O sistema de bicicletas compartilhadas e a Zona Azul Digital são dois dos exemplos de aplicabilidades que foram primeiramente testadas no bairro e em seguida foram replicadas para toda a cidade. Por ser uma ilha e apresentar condições geográficas específicas, todo o Bairro do Recife é um ambiente controlado, ideal para a prototipação de tecnologias inovadoras.

Raio X do Bairro do Recife

Além de apresentar os detalhes previstos no Projeto de Modernização, Guila também trouxe na sua fala uma série de dados e informações relevantes do bairro, como o quantitativo de imóveis (396) e quantos deles estão fechados (81), além das suas condições de conservação. Ao todo, 1.123 sequenciais de IPTU estão localizados no Bairro do Recife, dos quais 51 deles (14%) estão com débitos a mais de cinco anos.

Os dados econômicos confirmam a importância da atuação do Porto Digital no Bairro do Recife. As empresas que prestam serviços de informática geraram em 2018 um faturamento de R$ 1.86 Bilhão, frente aos R$ 251.7 milhões que correspondem aos outros três outros serviços de destaque somados (Instalação, Colocação e Montagem; Educação; Análise e Pesquisa de Mercado). O faturamento de TICs (tecnologias de informação e comunicação) no Bairro do Recife é mais do que o dobro do faturamento do mesmo setor em todo o restante da cidade.

A apresentação completa, com todas as informações detalhadas, gráficos e comparativos, está disponível para download, em formato PDF, neste link: http://bit.ly/Modernização_Bairro_Do_Recife

(Da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação da Prefeitura do Recife)

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »