Pontos de higienização são instalados em espaços públicos do Recife

Pontos de higienização são instalados em espaços públicos do Recife

Publicado em 17/07/2020 por Revista algomais às 15:48
O projeto “Lava Mão” tem como objetivo facilitar a limpeza das mãos de quem utiliza e passa pelos locais públicos diariamente. A iniciativa conta com o apoio de empresas do setor privado.

Da Prefeitura do Recife

Para contribuir com a prevenção ao coronavírus, uma parceria entre a Prefeitura do Recife, através da Secretaria Executiva de Inovação Urbana do Recife, a ConcrEpoxi Artefatos, Fab Lab Recife, Grupo Asa – Sabão Bem-te-vi, Tigre, Emlurb e Compesa permitiu a implantação do projeto “Lava Mão”, no Mercado de São José, área central da cidade. O projeto se dá através da instalação de uma pia pública para as pessoas que circularem pelo local possam fazer a higienização. O próximo ponto beneficiado será a praça do Derby, também na área central do Recife. O projeto pretende auxiliar na fase posterior ao isolamento social e no plano de convivência com a Covid-19, além de diminuir o índice de contágio, a partir destes pontos de higienização.

A estrutura das pias são pré-moldadas em blocos de concreto da ConcrEpoxi Artefatos. Com uma instalação hidráulica simples, embutida na estrutura, que deságua em duas torneiras antifurto com diferentes alturas, que permite uma acessibilidade universal e na altura das crianças. O local possui instruções sobre a forma correta de lavar as mãos, seguindo as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e conscientização sobre os cuidados sobre a pandemia da Covid-19, em uma placa anexada à estrutura.

O objetivo da instalação é fazer com que a população tenha acesso à água nos dois pontos da cidade como medida de saúde pública urbana. “Um dos legados da pandemia certamente é o hábito de lavar as mãos corretamente. Além de serem um lugares de grande circulação de pessoas, a instalação dessa pia pública tem um papel pedagógico muito importante”, destacou Tullio Ponzi, Secretário Executivo de Inovação Urbana.

As instalações estão servindo como elemento de educação e prática de higienização das mãos. “O design foi inspirado no produto vital, em que associa bem às ações da Concrepoxi Artefatos e Fabrica de Cidades. É o marco de um novo início da empresa em um momento que estaremos mais presentes nos espaços urbanos como disseminador das boas práticas”, conclui a CEO e Sócia Fundadora da ConcrEpoxi Artefatos, Renata Gaudêncio. Os equipamentos instalados pretendem facilitar a higienização das pessoas que passam pelo local diariamente. Lavar as mãos frequentemente por 20 segundos com água e sabão ou higienizá-las com álcool gel estão entre as medidas que ajudam a evitar a propagação do vírus.

Já o CEO da Fab Lab Recife, Edgar Andrade, destaca a importância de ações preventivas no longo prazo. “Há uma urgência na crise da atual pandemia para o desenvolvimento de ações que precisam ser rapidamente implementadas para reduzir os danos. Precisamos pensar em intervenções urbanas para o hoje, mas que tenham um impacto mais duradouro. O projeto atende à demanda da crise e conversa diretamente com uma mudança de hábito irreversível no uso de espaços públicos e coletivos”, pontuou.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »