Recife é destaque em estudo internacional sobre projetos urbanos para Primeira Infância

Recife é destaque em estudo internacional sobre projetos urbanos para Primeira Infância

Publicado em 09/12/2019 por Revista algomais às 18:50
Cidade possui mais de 70 ações voltadas para crianças entre 0 e 6 anos. Foto: Marcos Pastich

Nesta semana, a cidade do Recife será alvo da visita do pesquisador inglês Tim Gill, referência internacional em espaços urbanos para crianças e criador do dia Mundial do Aprender Brincando. Gill, que está realizando uma pesquisa mundial junto ao Churchill Fellowship project sobre experiências e projetos na área, escolheu a capital pernambucana como uma das referências em relação à Primeira Infância e desembarca na cidade na próxima semana para conhecer as iniciativas locais voltadas para o tema.

Ao longo da semana, a Secretaria Executiva para a Primeira Infância e a Agência Recife para Inovação e Estratégia (ARIES) irão conduzir o especialista para iniciativas que envolvam crianças entre 0 e 6 anos. Atualmente a cidade do Recife possui 15 diretrizes voltadas para o tema, que norteiam as mais de 70 ações empreendidas pelas diversas Secretarias e entidades ligadas à gestão municipal como o Mãe Coruja, Mais Vida nos Morros, Brinqueducar, Geração Afeto e unidades do Compaz, entre outras.

No roteiro de visitas, Gill irá conhecer creches da rede municipal de ensino, as unidades do Pertencer Espaços de Convivência de Caranguejo Tabaiares e do Habitacional Padre Miguel. Ele também será apresentado ao Plano Diretor da Cidade, ao projeto Recife 500 Anos e ao Parque Capibaribe, irá conhecer a Escola Ambiental Águas do Capibaribe, primeira sala de aula flutuante do país, bem como o Centro Comunitário da Paz (Compaz) Eduardo Campos.

Recife iniciará audiências para Plano Municipal da Primeira Infância

Amanhã (10 de dezembro), a Câmara Municipal do Recife será palco do início do processo de escuta à população para a elaboração do Plano Municipal para a Primeira Infância, documento que irá nortear as ações para o segmento na cidade nos próximos 10 anos. A iniciativa do plano ratifica o compromisso da cidade com as famílias e com a população de zero a seis anos de idade, pois pesquisas comprovam que o investimento na primeira infância se reflete em maiores graus de aprendizagem, menos envolvimento com violência urbana e até mesmo em maiores salários na vida adulta. A audiência pública, realizada em parceria com a Comissão de Educação da Câmara de Vereadores, acontecerá no Plenarinho e terá início às 9h.

A iniciativa surgiu de uma reunião da Comissão de Educação proposta pela vereadora Ana Lúcia a partir de uma sugestão da Secretaria Executiva para a Primeira Infância do Recife. Atualmente, a cidade – que lançou o seu Marco Legal da Primeira Infância em 2018 – já conta com 15 diretrizes que norteiam as mais de 70 ações empreendidas pelas diversas Secretarias e entidades ligadas à gestão municipal que visam reduzir as desigualdades sociais e garantir melhores oportunidades para as futuras gerações como o Mãe Coruja, Mais Vida nos Morros, Brinqueducar e Geração Afeto, entre outras.

Entre os destaques da gestão, está o acolhimento dos Centros Comunitários da Paz (Compaz), iniciativa que foi reconhecida como o melhor projeto de redução de desigualdade social do Brasil, pelo Programa Cidades Sustentáveis e pela Oxfam da atualidade, os Centros Comunitários da Paz Eduardo Campos e Ariano Suassuna juntos acolhem mais de 34 mil pessoas e já realizaram mais de 3 milhões de atendimentos.

(Da Prefeitura do Recife)

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »