A cidade renasce nas ruas. Mais pessoas frequentam locais ao ar livre no Recife

Por Rafael Dantas, repórter da Algomais

Mais gente nas ruas. Essa percepção de qualquer morador do Recife ao observar os ciclistas pela cidade e os parques públicos mais movimentados não é uma exclusividade da capital pernambucana. Pesquisa recente publicada pelo Instituto Semeia apontou que 43% dos brasileiros desejam frequentar praças e locais ao ar livre e 46% querem ter mais contato com a natureza. Essa virada no comportamento da população, que acontece após longos meses de isolamento social, traz mudanças importantes na vida urbana e reforça antigas demandas ao espaço público, como infraestrutura para a mobilidade ativa, mais segurança e melhor iluminação.

Na raiz da motivação dos pernambucanos de ocupar as ruas está a necessidade de cuidar da saúde, de voltar a interagir pessoalmente com os amigos ou mesmo de se reconectar com a cidade, após um período extenso de restrições. “Nesse momento, vimos que as questões ligadas à saúde, alimentação saudável, contato com o verde e vida ao ar livre entraram mais intensamente na vida de muitas pessoas. A incorporação mais intensa desses aspectos aponta para a necessidade de ajudar essa parcela da população a encontrar caminhos para ressignificar e operacionalizar suas intenções”, destacou o estudo Parques e a Pandemia – Comportamentos e Expectativas, do Instituto Semeia.

Leia a reportagem completa na edição 194.2 da Revista Algomais: assine.algomais.com

Na edição da semana, destaque ainda para a entrevista com Philippe Magno e para as colunas de João Alberto e a Mais Gourmet, assinada por Rivaldo Neto.

Deixe seu comentário

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon