Assine

Estações e trens mais seguros: a parceria entre a CBTU Recife e a PM de Pernambuco

Estações e trens mais seguros: a parceria entre a CBTU Recife e a PM de Pernambuco

Publicado em 26/11/2021 por Revista algomais às 4:25
Números de roubo a passageiros têm queda de até 84% neste ano

O ano de 2021 trouxe mais alívio e conforto para a rotina diária de centenas de milhares de pessoas que utilizam o transporte ferroviário no Recife, principalmente para os diversos trabalhadores que fazem uso do metrô tarde da noite no retorno para suas casas. Em janeiro, a Superintendência da CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos) de Recife firmou uma parceria com a Polícia Militar de Pernambuco para reforçar a segurança em seus espaços com a atuação de policiais militares nos vagões e estações das linhas Centro e Sul do sistema do Metrô do Recife, operado pela Companhia. A Operação Linha Segura, como foi batizada, já vem apresentando resultados positivos.

Em comparação com o mesmo período do ano passado, os meses de janeiro a agosto de 2021 apresentaram números de roubo significativamente menores, por exemplo. Se nos oito primeiros meses de 2020 foram registradas 11 ocorrências de roubos em trens e 33 em estações, na Linha Centro, em 2021 tais índices despencaram para 7 e 9, respectivamente. Isso significa uma queda de 36% e 72% nos números. Na Linha Sul, foram 3 roubos a pessoas nos trens e 6 em estações, contra 19 e 8 no ano passado, com queda de ocorrências na ordem de 84% e 25%.

Outro dado que chama a atenção é a inibição da atuação de vendedores ambulantes, principalmente dentro dos trens. A constante venda de mercadorias no interior dos vagões costumava gerar desconforto para os passageiros, sendo uma de suas principais queixas até o início deste ano. A presença da PM tem coibido a prática, o que se comprova pela quantidade de abordagem das forças de segurança em casos assim. Enquanto no passado, na Linha Centro, apenas 4 ambulantes foram notificados, em 2021 esse número chegou a 189, em função da maior fiscalização, gerando como impacto a diminuição desse tipo de comercialização.

A jornalista Bianca Oliveira, que costuma utilizar frequentemente o transporte ferroviário, tem se surpreendido positivamente com a presença dos policiais. Em terminais integrados de grande movimentação, como o da Estação Joana Bezerra, ela tem visto a circulação das equipes da PM e conta que a experiência de utilizar o Metrô do Recife tem se tornado mais confortável: “A sensação é outra. Mudou radicalmente meu sentimento. Ainda tenho receio porque ninguém está imune 100% do tempo, mas com certeza o medo agora está bem menor”, assegura.

Como os policiais presentes na Operação Linha Segura executam a vigilância na CBTU nos períodos de folga em suas corporações (sendo pagos por meio do Programa de Jornada Extra de Segurança, o PJES), o policiamento convencional ostensivo que já era realizado antes da parceria não foi prejudicado. Porém, a presença constante e de maior volume de agora tem permitido o controle de outras práticas ilícitas, como a receptação culposa (que é a aquisição de produtos cuja origem pode se presumir ser fruto de roubo ou furto) e o uso e tráfico de entorpecentes.

Para maior eficiência na prevenção e combate ao crime nas estações e vagões, a PM mantém contato com o sistema de segurança da Companhia, além de consultar, sempre que preciso, a Central de Monitoramento da CBTU, que conta com 1380 câmeras de alta resolução posicionadas em diversos pontos estratégicos. Essa ampla estrutura de vigilância tem deixado não apenas os passageiros mais seguros, mas também tem tornado mais protegida a rotina de trabalho dos empregados da Companhia. Assim se sente, por exemplo, Adriana da Silva, chefe de posto da CBTU: “Nós tivemos uma melhora significativa entre a situação em que vivíamos e a realidade atual. Com a vinda da polícia, fomos resguardados de qualquer tipo de ameaça e com isso as nossas condições de trabalho melhoraram”.

As avaliações positivas ecoam na administração da Superintendência Regional de Recife da CBTU. O saldo favorável da operação é constatado pelo Superintendente Carlos Ferreira, para quem “o convênio celebrado entre a CBTU Recife e a PM de Pernambuco veio propiciar mais segurança para usuários e funcionários do Metrô, contribuindo, significativamente, para aumentar a atratividade do sistema”. São onze meses de parceria até o momento, mas não é cedo para destacar os efeitos benéficos que já são sentidos e fazem a diferença no dia a dia de tantas pessoas que utilizam ou trabalham no sistema. Os resultados são esperançosos para o avanço da Companhia em sua tarefa de propiciar mobilidade urbana de qualidade e conforto para todos.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »