Assine

Prefeitura do Recife apresenta projeto Parque Capibaribe ao corpo consular da cidade
Iperid

Prefeitura do Recife apresenta projeto Parque Capibaribe ao corpo consular da cidade

Publicado em 01/06/2021 por Revista algomais às 5:00
Crédito fotos: Brenda Alcântara

Da Prefeitura do Recife

Com o objetivo de estreitar parcerias para promover o desenvolvimento urbano sustentável da cidade, a Prefeitura do Recife apresentou o Parque Capibaribe aos cônsules gerais e honorários de países que possuem representação no município. O projeto pretende transformar a forma como as pessoas convivem com a cidade, ao conectá-las com as águas do Rio Capibaribe, resgatando a bacia hidrográfica como a espinha dorsal do Recife através de áreas de lazer, descanso e bem-estar. A reunião foi articulada pela vice-prefeita Isabella de Roldão, responsável pela área de relações internacionais da Prefeitura do Recife e contou com a participação do prefeito João Campos.

O prefeito destacou que a apresentação trouxe a oportunidade de solidificar um projeto que revoluciona a relação dos recifenses com o rio e o espaço urbano. “É muito importante esse momento, em que a gente pode apresentar um projeto que, sem sombra de dúvidas, é o projeto mais estruturante da nossa cidade enquanto território e enquanto integração das pessoas com o espaço urbano. É uma ação que verdadeiramente possibilita que um patrimônio imenso que nós temos, que é o rio Capibaribe, possa ser acessado, utilizado, conhecido e explorado pelos recifenses. Queremos fazer o fortalecimento dos espaços de convívio na nossa cidade e poder consolidar o Recife como uma cidade parque, um lugar cada vez mais para as pessoas”, afirmou na abertura do encontro, que ocorreu de maneira remota. O gestor fez uma saudação ao corpo consular e foi, em seguida, representado pela vice-prefeita, Isabella de Roldão, que também exerce a função de Coordenadora Estratégica das Relações Internacionais do município.

A vice-prefeita pontuou a importância de compartilhar com o corpo consular as políticas ambientais da cidade. “Não há como a gente tratar nenhuma pauta no Recife hoje sem passar pela sustentabilidade. Então, um dos nossos objetivos ao apresentar o projeto foi prover os consulados de informações sobre as nossas ações ambientais, para identificarmos possíveis parcerias com o foco no desenvolvimento sustentável e numa cidade construída com as pessoas e para as pessoas”, disse.

A apresentação do Parque Capibaribe foi dividida em dois momentos. O primeiro, mais conceitual, ficou a cargo do sócio consultor da TGI, Francisco Cunha. Já o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Rafael Dubeux, detalhou as etapas do projeto. O secretário destacou a capacidade que o Parque Capibaribe tem para integrar a cidade através do rio. “É uma iniciativa que tem potencial de costurar os bairros do Recife. A ideia é que ao longo de toda a margem, as pessoas possam fazer o percurso caminhando ou de bicicleta. Para isso, estamos criando espaços que interligam as margens através de passarelas e lugares de convivência como mirantes. É um projeto muito sensível às pessoas e à natureza”, declarou.

O secretário de Meio Ambiente, Carlos Ribeiro, também valorizou a ação e enfatizou o caráter ambiental dela em sua totalidade. “Toda grande cidade tem um rio como elemento emblemático utilizado pela população. Podemos classificar esse projeto com o viés ambiental em sua plenitude pelo resgate social que traz ao nosso principal rio, que tem uma rica história envolvida.”

Entre as potenciais parcerias identificadas, a cônsul-geral da China, Yan Yuqing, citou o interesse em áreas como energia limpa, infraestrutura e finanças. “Na minha concepção, uma cidade parque é uma cidade moderna com desenvolvimento complexo. Gostaria de colaborar com a construção dessa cidade verde, inteligente e saudável. Estou ansiosa para realizar uma edição do Dragon Boat (tradicional festival chinês de corrida de barcos) no Rio Capibaribe”, enfatizou Yan Yuqing.

Outro que se colocou à disposição para estabelecer sinergias foi o cônsul-honorário da Eslovênia, Rainier Michael, que também preside a Aliança Consular, entidade formada por representantes consulares de 25 países. “Realmente é um orgulho estar reunido para essa conquista, que tem trazido inovação para a cidade. Agradeço a oportunidade e parabenizo o prefeito João Campos e a vice-prefeita Isabella de Roldão. Fico contente que temos uma agenda pública e política aliada ao corpo consular da cidade”, afirmou.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »