Assine

Salve São Patrick e o Dia da Cerveja Verde!
Rivaldo Neto

Salve São Patrick e o Dia da Cerveja Verde!

Publicado em 14/03/2018 por Revista algomais às 16:52

 

Cervejeiro que se preze adora uma festa, uma comemoração. Afinal de contas são nesses momentos em que celebramos a vida na companhia dos amigos e logicamente entornando fartos e deliciosos goles da bebida. Agora no mês de março temos mais um “motivo” para brindarmos a vida e homenagear um santo. Trata-se do dia padroeiro da Irlanda, São Patrick, ou Sait. Patrick’s Day.

Então vamos por partes, quem foi São Patrick?

Nascido na Grã-Bretanha no final do século IV, era filho de uma família abastada e acredita-se que tenha morrido no dia 17 de março de 461 e foi enterrado na cidade de Downpatrick. Até sua adolescência o mesmo se considerava pagão. Foi sequestrado e tratado como escravo por 6 anos e durante o cárcere se voltou para o lado religioso.

Ao escapar estudou em um mosteiro em Gauls (região onde hoje fica a França). Permaneceu lá por aproximadamente 12 anos, voltou a sua terra natal e se tornou bispo da igreja católica e em 432 declarou ter recebido um chamado divino que o mandava voltar à ilha irlandesa e converter celtas pagãos irlandeses ao Cristianismo.

E porque o verde?

Porque as pessoas se vestem de verde e tomam bebidas dessa cor para comemorar o dia? A Irlanda é conhecida como Ilha Esmeralda, onde se chove muito deixando a paisagem sempre bastante verde. Outro motivo atribuído é que na Rebelião Irlandesa de 1798, os soldados assim se vestiam para chamar a atenção da opinião pública para o conflito, tudo isso ajudou a ter a cor verde como símbolo nacional.

Inclusive dos símbolos de São Patrick é o trevo de três folhas, considerado pelos povos nativos como símbolo de sorte. Ele usava a planta e a comparava a Santíssima Trindade, pois a mesma dividia-se em três e caraterizava Pai, Filho e o Espírito Santo.

Uma das lendas atribuídas a São Patrick é que na Irlanda não existem cobras, e que as mesmas foram expulsas pelo Santo, já os os cientistas sugerem que a falta de cobras na Irlanda é obra da última Era Glacial. Segundo acreditam, o frio teria tornado a ilha um local inóspito para répteis que, ao serem animais de “sangue frio”, dependem do calor do ambiente para sobreviver. Mas prefiro ficar com a primeira opção e dar moral ao milagre do Santo. Aliás na Irlanda é proibido beber nas ruas, mas para a alegria de todos, essa proibição é suspensa no St. Patrick’s Day, único dia do ano em que os irlandeses podem beber sossegadamente sua cerveja pelas ruas das cidades.


MUNDO CERVEJEIRO

Rota do Chope Verde

E aqui no Recife pra comemorar o Dia de São Patrick, nos dias 16/03 e 17/03, teremos a Rota do Chope Verde, com o intuito de fortalecimento da cerveja artesanal na cidade. O evento conta com os seguintes participantes: Mr Hoppy Beer, Apolo Beer Cafe, Emporium Brewer, A Caverna, Confraria Hopfen Haus, Capitão Taberna Cervejas Especiais, Marcolino Tap House, Cervejaria Laborada, Garage Food Trucks e Empório Quilombo.

Ekäut conquista novo prêmio em festival nacional de cerveja
A cervejaria pernambucana Ekäut foi premiada mais uma vez no Festival Brasileiro de Cerveja, que está sendo realizado em Blumenau-SC até o próximo sábado (10). A cerveja premiada foi a “Ekäut Extra Stout”, que levou a medalha de bronze na categoria “Export – Style Stout”. Na competição, foram inscritos cerca de três mil rótulos que concorreram em 148 estilos diferentes. A Ekäut foi a única pernambucana que conquistou prêmio no evento deste ano. Apenas 8% das cervejarias que concorreram ao concurso foram premiadas.

Lançada o ano passado, a “Ekäut Extra Stout” é a primeira cerveja escura da cervejaria pernambucana. Após muito estudo e vários testes nas receitas criou-se uma bebida encorpada, de coloração escura e elaborada a partir de oito tipos de maltes especiais importados, e de diferentes torras, unindo corpo aveludado com aromas que remetem ao café e ao chocolate. A cerveja foi produzida em parceria com a Agraria Malte, maltearia brasileira, e desenvolvida internamente pelo time da Ekäut
Recentemente a Ekäut anunciou que está triplicando a produção, passando dos atuais 30 mil litros por mês para 90 mil litros, para atender a demanda do mercado. A nova fábrica irá contar com uma estrutura de maior tecnologia permitindo o aprimoramento da qualidade e do frescor das cervejas. A expectativa é que a expansão da fábrica, localizada na Estrada da Mumbeca, em Guabiraba, fique pronta em meados do mês de maio.

Viagem ao passado das Copas

A Brahma começa a caminhada deste ano lançando uma edição especial que resgata seus cinco rótulos dos anos em que o Brasil foi campeão. Os rótulos comemorativos trazem uma releitura do visual de Brahma em cada época e chegam aos mercados do Brasil neste mês acompanhados pelo filme “Rótulos Campeões”. Com estreia no último sábado, 10, o filme propõe ao público uma viagem no tempo com a história de um único bar que serve de cenário para as comemorações das conquistas brasileiras nos anos de 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002. A passagem de tempo é protagonizada pelos cinco icônicos rótulos campeões de Brahma acompanhados das camisas e cenas de jogos contemporâneos a cada época. A campanha tem criação da agência Africa.
“Cada um desses rótulos carrega a mesma história, a lembrança do momento em que o brasileiro se sentiu o Nº1. É esse sentimento que queremos despertar novamente nos torcedores e mostrar que Brahma estará mais uma vez ao seu lado nessa jornada rumo ao título”, afirma Pedro Adamy, diretor de Marketing de Brahma.

*Rivaldo Neto é designer e apreciador de boas cervejas (neto@algomais.com)

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »