Comércio se prepara para a volta dos festejos juninos

Lojas já contam com itens para se vestir à caráter e decorar ambientes de estabelecimentos, escolas, residências e espaços para eventos

Bandeirinha, chapéu de palha, tecidos, camisa xadrez e retalho de chita. Durante os últimos dois anos, itens como esses ficaram um pouco esquecidos, sem a realização dos tradicionais festejos juninos. Agora, com a reabertura das atividades e a programação dos eventos prevista para o período, as lojas do Centro do Recife já entraram no clima e se prepararam, antecipadamente, para oferecer artigos de decoração de ambientes e acessórios a quem quer se vestir à caráter.

“O comércio está animado e, tradicionalmente, o Centro do Recife é quem fornece itens juninos variados para agremiações de quadrilhas, estabelecimentos, escolas, residências e espaços para eventos fazerem suas decorações, criarem ambientes e trazerem de novo esse momento cultural tão inerente à nossa gente”, adiantou Fred Leal, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas do Recife (CDL Recife). Entre as ruas que reúnem esse segmento estão Rua de Santa Rita e Rua das Calçadas, além do Mercado de São José.

Reforço no estoque

A Casa Lapa, por exemplo, reforçou o estoque em 30%, este ano, e a expectativa é vender entre 30% e 40% a mais que o mesmo período de 2021. Segundo a gerente Janaína Fernandes, a loja – localizada na Rua das Calçadas – investiu em itens prontos e para quem quer montar suas peças. “Atendemos da costureira e empresas a grupos de quadrilha e órgãos públicos. Temos clientes até de Maceió, Paraíba, Bahia e Sergipe que fazem questão de vir comprar aqui no centro do Recife”, diz Janaína Fernandes.

Entre a variedade estão artigos de época, itens prontos de vestuário, artesanato, peças para confecção, decoração e acessórios. Sem falar da chamada mesa posta, que ganhou força desde o ano passado. Janaína acrescentou que o mix também envolve produtos para o Dia dos Namorados, a exemplo de embalagens, balões decorativos e itens para a preparação de cestas de café da manhã.

Festivais de Quadrilha

Outra grande procura no comércio é a de tecidos e aviamentos para a confecção de figurinos dos grandes festivais e competições de quadrilhas juninas. “A maioria dos nossos materiais são comprados aqui no Recife”, conta Cléo Henry, integrante da quadrilha junina Lumiar. Além dos materiais para os figurinos da quadrilha, tem ainda a ornamentação da casa. “Costumo decorar a minha casa no São João com bandeirinhas”, diz ela.

Deixe seu comentário

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon