Como as mulheres podem afastar a procrastinação e a culpa de que é preciso “dar conta de tudo”?

Com a Festa de Momo cancelada pela pandemia, certamente você ainda deve estar com aquela sensação de “preciso organizar minha vida” para que 2022 seja um ano bem-sucedido no campo pessoal e profissional. Afinal, o ano não começa a ser produtivo antes do Carnaval, não é mesmo?

O lado perigoso desta autocobrança, tão comum a nós, meros mortais, é que ela geralmente vem atrelada a uma série de obrigações tão extensa que fica quase impossível de cumprir, apesar de carregar uma causa nobre: a organização da rotina.

Esse tipo de pressão psicológica acaba por transformar um motivo positivo, que é o de conquistar a tão sonhada produtividade, em fonte de frustração e mais procrastinação das atividades cotidianas.

De brinde, trouxe uma série de doenças psicossomáticas provocadas pela sobrecarga mental, problema agravado na vida das mulheres desde o surgimento da Covid-19.

Afinal, como destravar a produtividade e evitar que uma carga extra de obrigações atrapalhe seu desempenho profissional e atingimento de metas pessoais?

Mentora de mulheres que empreendem ou desejam mudar o rumo de sua jornada, a pernambucana Cynthia Morato lista cinco dicas que podem afastar a insegurança de quem decidiu deixar a procrastinação em nome de uma rotina mais sustentável. Confira!

1. Esqueça a máxima de que “é preciso dar conta de tudo”. Além de irreal, esse tipo de cobrança gera frustração e acaba com sua saúde mental. Principalmente em um momento tão delicado, de convivência com a Covid e transformação das relações interpessoais;

2. Tenha visão estratégica para atingir objetivos, estipulando prazos para o cumprimento delas – que tal fazer uma planilha e determinar datas possíveis para alcançá-las? Podem ser daqui a semanas, meses ou até anos;

3. Todo mundo tem um “horário inabalável” – aquele momento em que se concentra melhor e consegue garantir mais entregas. Encontre qual o seu momento e divida a tarefa mais importante da sua semana naquele período de tempo. Assim, é possível garantir a conclusão de metas mais difíceis;

4. É preciso aceitar sua realidade possível e trabalhar a gestão emocional, dividindo seus principais objetivos em etapas. Curta o processo, ninguém consegue “chegar lá” de outra forma;

5. Para crescer e se tornar produtivo, aposte na seguinte sequência: autoconhecimento, planejamento e ação. Não existe fórmula mágica, e sim resiliência, reconhecimento dos seus sabotadores e de suas forças.

Deixe seu comentário

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon